• 17fev

    AGORA NOTÍCIAS BRASIL

     

    Roberto Carlos elogia Regina Duarte na Cultura: ‘Sou fã dela desde sempre’

     

    Cantor também agradeceu Paulo Guedes por ter dado dica de visita à sua cidade natal

     

    Em mais uma edição do projeto “Emoções em alto mar”, Roberto Carlos se mostrou otimista com o governo do país.

    O Rei disse apoiar Regina Duarte, que aceitou o convite do presidente Jair Bolsonaro para a secretaria de cultura.

    — Regina é maravilhosa. Sou fã dela desde sempre. Por tudo que ela tem feito na carreira com talento e honestidade, eu acho que fará um bom papel em tudo isso aí. Dou meu total apoio a Regina — disse Roberto Carlos, quer afirmou, porém, que não toparia fazer o mesmo: — Não aceitaria um cargo desse porque preciso compor e cantar.

    O cantor também agradeceu a Paulo Guedes, ministro da Economia, por ter sugerido aos brasileiros que visitassem a sua cidade natal, Cachoeiro de Itapemirim, em vez da Disney:

    — Agradeço ao Paulo Guedes por ter sugerido. É bom para a economia da minha cidade. Cachoeiro é linda. Tem montanhas e um rio que atravessa a cidade quase toda. Enfim, ela tem algo especial. É uma cidade simples, mas atraente.

  • 31jan

    CONEXÃO POLÍTICA

     

    Artistas quebram silêncio e declaram apoio abertamente à Regina Duarte

     

    A atriz substitui o dramaturgo Roberto Alvim no comando da subpasta

     

    Reprodução

     

    Após ‘noivado’ com o governo Bolsonaro, Regina assume a cadeira deixada por Roberto Alvim, o  secretário especial da Cultura do governo do presidente Jair Bolsonaro, Roberto Alvim, que realizou um discurso semelhante ao do ministro de Adolf Hitler da Propaganda da Alemanha Nazista, Joseph Goebbels.

    Desde que o nome dela passou a ser cogitado na pasta, vários artistas manifestaram seu abertamente a ex-global.

    Entre elas, a atriz Maitê Proença, que destacou que Regina ‘pensa diferente da maioria da classe [artística]’.

    Você é uma trabalhadora das artes desde a adolescência. Conhece todo mundo. Tem admiradores de todas as ideologias pela competência com que sempre se entregou ao ofício. Pensa diferente da maioria de nossa classe, mas isso não a torna perversa”, disse a atriz por meio do Instagram.

    O apresentador Márcio Garcia, que atualmente está contratado pela Rede Globo, também usou as redes sociais para declarar apoio a Regina.

    Sei que você irá exercer a sua função com o total comprometimento. Fico na torcida para que aqueles que criticam apenas para fomentar a oposição saibam avaliar os atos e não as bandeiras”, escreveu ele.

    O ator Luiz Fernando Guimarães também sinalizou apoio.

    “Torcendo por todos nós”, escreveu ele.

  • 11set

    CONEXÃO POLÍTICA

     

    Xuxa Meneghel sobre possível volta do PT ao poder: “Deus nos livre e guarde”

     

    Reprodução | Hora do Faro | RecordTV

     

    A apresentadora Xuxa Meneghel, atualmente na RecordTV, fez um comentário político em suas redes sociais.

    O post foi suficiente para colocar a ‘rainha dos baixinhos’ no topo dos assuntos mais comentados do Twitter e mais buscados do Google.

    Tudo começou após um comentário na publicação do jornalista Léo Dias, que repercutiu a declaração de Titi Muller, que fez referência a um possível retorno do PT ao poder em 2022.

    Em resposta, Xuxa rebateu:

    “Deus nos livre e guarde”, escreveu.

    Repercussão 

    A publicação agitou as redes sociais.

    “Loira maravilhosa. Chega de ladrão no poder”, escreveu um fã.

    Outro internauta também apoiou a declaração.

    Mesmo não apoiando meu presidente, você tem momentos de sensatez”, disse outro.

  • 15Maio

    BLOG DO REINALDO AZEVEDO – VEJA.COM

    “Fora PT” e “Moro presidente”!

     

    É o juiz no lançamento de um livro em SP.

     

    Assista ao vídeo

     

     

    Misto de herói nacional e de celebridade. Foi assim que o juiz Sérgio Moro foi recebido nesta quinta à noite, na Livraria Cultura, da Avenida Paulista, onde compareceu para prestigiar o lançamento do livro “Bem-Vindo ao Inferno”, escrito pelos jornalistas Cláudio Tognolli e Malu Magalhães.

    A obra conta a história de Vana Lopes, uma das vítimas do médico Roger Abdelmassih. O prefácio é assinado pela advogada Rosángela Moro, mulher do juiz.

    Portando cartazes que traziam a expressão “Je suis Moro” (Eu sou Moro), cerca de cinquenta manifestantes gritavam “Fora PT”, “Moro presidente”, “É Sérgio Moro” e “Obrigado!”.

    Ele se disse satisfeito com a recepção, mas se negou a conceder entrevista: “O evento é sobre o lançamento do livro. Eu só vim prestigiar. A gente fica feliz, mas eu não quero tirar o foco do livro. Fico feliz, claro, mas esse trabalho não é só meu”,

    Rosângela também comentou rapidamente a manifestação: “Nosso dia a dia continua normal. Vejo isso como uma manifestação de carinho das pessoas. Existem muitos outros ‘Sérgio Moro’ por aí que estão fazendo um bom trabalho”.

    Vejam o vídeo feito pelo repórter Gustavo Aguiar, da rádio Jovem Pan.

    <noscript& gt;<a=”” href=”http://mais.uol.com.br/view/15473808″>Sérgio Moro é recebido sob aplausos em SP

  • 11Maio

    VEJA SÃO PAULO – TERRAÇO PAULISTANO – JOÃO BATISTA JR

    Claudia e Roberto Kalil: o casamento que reuniu Dilma, Lula, Alckmin, Haddad e Serra (e muito, muito mais)

    A presidente DIlma, os noivos Claudia e Kalil, o ex-presidente Lula e Maria Letícia

    A presidente Dilma, os noivos Claudia e Kalil, o ex-presidente Lula e Marisa Letícia

    Imaginem um casamento em que estiveram presentes (da esfera federal, para a municipal):

    – A presidente da República, Dilma Rousseff.
    – O presidente do Senado, Renan Calheiros.
    – O presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha.
    – O ministro da Casa Civil, Aloizio Mercadante.
    – O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo.
    – O senador José Serra.
    – O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin.
    – O secretário estadual de Saúde, David Uip.
    – O secretário estadual de Segurança Pública, Alexandre de Moraes.
    – O prefeito de São Paulo, Fernando Haddad.

    …E muitas, muitas outras caras conhecidas – da política, das artes, dos negócios, do direito e da medicina – no bufê Leopolldo, no Itaim, na noite de sábado (9).

    Foi assim que o cardiologista Roberto Kalil Filho e a endocrinologista Claudia Cozer celebraram seus dez anos de união, sob a bênção de um padre – e de boa parte do poder nacional – em uma festa para 600 convidados que teria ainda muita música, avançando a madrugada.

    Ela, num vestido romântico, com mangas de renda, e o habitual largo sorriso no rosto. Ele, com camisa e gravata brancas.

    Havia forte esquema de segurança (detalhes mais abaixo) e muito trânsito à porta do salão.

    O carro da noiva entrou pela contramão da rua, pela saída do bufê, com certo tumulto, devido aos cerca de trinta manifestantes, que batiam panelas e gritavam “Fora, PT” em direção ao convidados.

    Neste momento, organizadores de evento se mostravam tensos com a dificuldade da chegada de Claudia e precisaram abrir caminho para ela.

    Lá dentro, tudo foi mais suave e o casal entrou junto, de braços dados.

    Tudo sobre a festa:

    Presidente Dilma

    Dilma, Lula e Dona Marisa Letícia no casamento de Kalil Filho

    No altar, Dilma estava ao lado de David Uip. Vestia um longo azul marinho de mangas compridas com bordados na altura do abdômen enxugado pela dieta Ravenna.

    Ao seu lado, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (gravata vermelha) e a mulher, Marisa Letícia, de preto, com rendas – alguns convidados maldosos não deixaram de notar certa semelhança com Marta Suplicy, talvez pelo excesso de retoques faciais.

    Lula e Dilma pouco se falaram ali. Mais tarde, na festa, sentaram-se lado a lado e, enfim, conversaram um pouco.

    No prato dela, uma amostra do controle alimentar: mal tocou nos antepastos.

    Dilma e Lula conversam no casamento de Kalil Filho

     

     

    Dilma conversa com Flora Gil (ao fundo, Renan Calheiros)

    Dilma com Flora Gil (ao fundo, Renan Calheiros)

    Se lá fora manifestantes houve forte hostilização, com os manifestantes gritando “Ladra! Ladra! Ladra”, no momento em que foi embora, às 22h40, na festa a presidente era a convidada mais cumprimentada. 

    Passou boa parte do tempo posando para selfies, em especial com os convidados mais jovens.

    Conversou também com o governador Alckmin e Lu, com o senador Renan Calheiros, que estavam à mesma mesa.

    Em uma bem mais distante, se acomodaram Haddad e Ana Estela.

    Maluf e Celso Rumano, que já trocaram farpas públicas, se sentaram juntos.

    Dilma, assediada para fotos

    Cerimônia

    Bênção dos noivos

    Entre os presentes no altar, estavam ainda nomes como o senador José Serra, que fez par com Bia Aydar, que organizou tudo ao lado da irmã, Fernanda (abaixo, o segundo casal de padrinhos, a partir da direita):

    padrinhos-serra

    Haddad (gravata vermelha) e a primeira-dama paulistana, Ana Estela, se sentaram ao lado de Alckmin (gravata Azul) e Lu. Logo atrás,  o deputado Paulo Maluf, que foi acompanhado da mulher, Sylvia.

    haddad-alckmin

    Convidados

    Com tantas autoridades presentes, o esquema de segurança foi reforçado. Havia cerca de 200 seguranças à paisana, inclusive do Exército, e reforços em esquinas a várias quadras dali.

    Só Dilma tinha no mínimo dois carros de batedores e dez motos.

    O que se viu no salão, porém, foi um mix de várias turmas. Da medicina, havia nomes como o cardiologista Fábio Jatene, os superintendentes do Hospital Sírio-Libanês Paulo Chapchap e Gonzalo Vecina Neto.

    Do direito, Celso Vilardi e Antonio Mariz Filho. Da política, o presidente do PT, Rui Falcão, o deputado federal Celso Russomano. Do esporte, a ex-jogadora de basquete Hortência.

    Da TV, os humoristas Tom Cavalcante e Carlos Alberto de Nóbrega. Do mundo dos negócios, o dono da construtora WTorre, Walter Torre, e dono da Qualicorp, José Seripieri Junior.

    O médium João de Deus, com tom plácido, acomodou-se na mesma mesa em que estavam Gilberto Gil e Flora.

    “Já curei muitos que estão aqui hoje”, dizia ele, ao lado da mulher, Ana.

    O médium João de Deus

    O médium João de Deus

    Gilberto Gil e Flora

    Tom Cavalcante

     

    O ministro Aloizio Mercadante

    Hortência, a rainha do basquete

    Show

    A cantora Paula Fernandes surgiu em um telão desejando felicidade aos noivos. Em seguida, um dos pontos altos da noite:

    o noivo subiu ao palco, contou que em uma viagem Claudia pediu que aprendesse a tocar um instrumento e surpreendeu ao tocar Imagina no sax (Lula e Renan Calheiros, que conversaram longamente na festa, ficaram incrédulos).

    O show ao vivo ficou por conta de Tiago Abravanel, que cantou músicas como Descobridor dos Sete Mares, Vale Tudo, Inara, Samba Diferente (do grupo Molejo) e Eva. 

    Show de Thiago Abravanel

    Produção

    Decoração: José Antônio de Castro Bernardes, que providenciou jardins de tulipas brancas no altar e orquídeas da mesma cor caindo do teto, entre folhagens, na festa.

    Casamento Kalil - altar

    Casamento Kalil - decoração

    O salão do Leopolldo

    Doces: Pati Piva

    A mesa dos doces, feitos pela doceria Pati Piva

    Bufê: do próprio Leopolldo, tinha pratos como risoto de champanhe.

    Lua de mel: os noivos seguem para a Itália, onde ficam até o próximo sábado.

« Entradas anteriores   



Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota