Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 03dez

    PORTAL TERÇA LIVRE

     

    ‘We The People’ exige convocação de Lei Marcial da Constituição Americana

     

    trump news

     

    Nesta terça-feira (1/12), Tom Zawistowski, presidente do TEA Party, afiliado à Convenção We the People (WTPC) e Diretor Executivo do Portage County TEA Party, publicou um anúncio de página inteira no jornal Washington Times exigindo que o presidente Trump convoque a lei marcial da Constituição Americana.

    Com tal medida, Zawistowski deseja acionar as Forças Armadas dos EUA para supervisionar uma nova eleição federal livre e justa, se legisladores, tribunais e o Congresso não seguirem a Constituição.

    “Queríamos expressar nossas preocupações ao presidente, aos legisladores, aos tribunais e ao Congresso de que nós, o povo, não cederemos nosso direito constitucional exclusivo de eleger nossos representantes a juízes, advogados, tribunais, governadores, secretários de Estado, Congresso, funcionários eleitorais e políticos locais corruptos, a mídia corrupta – ou ameaças esquerdistas de violência!”, disse Zawistowski.

    “É nosso direito exclusivo de eleger nosso presidente e esse direito sagrado foi violado pela fraude eleitoral em massa; foi planejada e ilegalmente conduzida por corruptos do Partido Democrata/Socialista presente em toda a nossa nação para roubar os nossos votos. Nós não vamos apoiar isso”, completou Tom Zawistowski.

    Sem total confiança de que tribunais ou Congresso americano irão de fato seguir a 12ª Emenda da Constituição e defender o processo eleitoral, o anúncio conclama o presidente Trump, como Lincoln, a exercer os poderes extraordinários de seu cargo.

    Dentre esses poderes, serio o de declarar a Lei Marcial para suspender temporariamente a Constituição e o controle civil dessas eleições federais, para que os militares implementem uma nova votação nacional que reflita a verdadeira vontade do povo.

    Candidatos federais apenas. 

    Cédulas de papel. 

    Sem computadores. 

    Contado manualmente com ambas as partes assistindo a cada votação.

     Apenas eleitores registrados.

     Foto de identificação para comprovar residência.

    Essas seriam algumas medidas caso ocorra o acionamento da Lei Marcial.

    Publicado por jagostinho @ 09:27



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.