Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 23fev

    FOLHA DE LONDRINA / Pedro Moraes 

     

    Ratinho Junior visita Londrina pela primeira vez para lançar aplicativo da PM

     

    Governador ainda entregou carros, coletes, rádios e etilômetros e anunciou outras medidas de segurança pública

     

     

    O governador do Paraná Ratinho Junior fez sua primeira visita a Londrina, nesta sexta-feira (22), para lançar o aplicativo APP 190 – Emergência Paraná e entregar uma série de equipamentos para a Polícia Militar.

    Na solenidade organizada no Parque de Exposições Ney Braga, foram entregues 52 etilômetros, 120 rádios digitais, 780 coletes a prova de balas, 11 carros para a patrulha escolas e 8 vans.

    “A presença física da polícia na rua é fundamental para que a população tenha a sensação de segurança, mas a tecnologia é fundamental para potencializar o trabalho da segurança pública”, afirmou o governador. 

    O aplicativo foi criado para atender a portadores de deficiências auditivas, mas a aplicabilidade foi ampliada para que a população possa abrir ocorrências de perturbação de sossego, violência doméstica, acidentes ou infrações de trânsito.

    Ele só não atende a casos de roubo, furto e indicação de pessoas suspeitas.

    “A área de inteligência é crítica e fundamental para que possamos tomar medidas preventivas e não possamos só atuar nas consequências dos crimes. Temos que ter um setor de inteligência forte”, pontuou o secretário estadual de Segurança Pública, o general Luiz Felipe Carbonell. 

    Outras medidas foram anunciadas no evento. Segundo Ratinho Junior, o encontro com o governador de São Paulo, João Doria, na segunda-feira (18), foi definido um plano de atuação conjunto entre as polícias dos dois Estados para reforçar a segurança nas cidades que estão na divisa do território.

    Assim como o início da implantação do projeto Escola Segura, no qual o governo do Estado pretende colocar um policial militar da reserva na porta das escolas estaduais.

    “Devemos começar a colocar em prática em março. Há vários policiais reformados que ainda estão jovens e querem voltar. Eles deverão receber novo treinamento para atuar. A ideia é que a médio prazo todas as escolas contem com essa segurança”, afirmou Ratinho. 

    Outra preocupação apresentada foi a com as fronteiras do Paraná com a Argentina e o Paraguai.

    Para aperfeiçoar o trabalho de fiscalização na área e combater o contrabando e o tráfico de armas e drogas, a ideia é criar a Cidade da Polícia, que será instalada em Curitiba.

    Ainda em fase embrionária, o projeto é de um centro de comando que reúna polícias, órgãos de segurança e as Forças Armadas.

    “Esse é um projeto que precisa de muito estudo, mas a ideia é que reúna o que há de melhor em tecnologia, mas tudo será feito com muito planejamento para que não se desperdice os recursos”, concluiu Carbonell.

    Publicado por jagostinho @ 12:35



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.