Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 19nov

    GAZETA DO POVO

     

    Início da transição: Ratinho quer acesso a dados sobre situação financeira do Paraná

     

    Processo foi antecipado, a pedido de Ratinho Junior, e tem início nesta segunda-feira (19), quando o governador eleito espera ter acesso a dados sobre a situação do caixa público

     

    Cida Borghetti cedeu ao pedido de Ratinho Junior e aceitou antecipar o processo de transição em duas semanas. Foto :- Alexandre Mazzo/Gazeta do Povo

     

    Esta segunda-feira (19) marca o início oficial do processo de transição de governo no Paraná.

    A troca de informações entre representantes da atual e da futura gestão deveria começar em 3 de dezembro, mas, a pedido do governador eleito Ratinho Junior (PSD), Cida Borghetti (PP) aceitou antecipar a data em duas semanas.

    A agenda oficial prevê uma reunião às 16h30 nesta segunda (19), no Palácio Iguaçu, para que os dez nomeados – cinco de cada lado – passem a atuar conjuntamente para permitir que em janeiro, a partir da posse, a administração estadual não tenha sobressaltos.

    O principal tema a ser debatido será a situação financeira do Paraná.

    Conforme noticiou o blogueiro João Frey, a transição enfrenta obstáculos no acesso a informações referentes à situação financeira do estado porque o sistema que faz esse controle não está funcionando adequadamente.

    As primeiras preocupações do governador eleito são ainda a Operação Verão, no litoral do estado, o início do ano letivo nas escolas estaduais e contratos que vencem no começo de 2019.

    Ratinho Junior já determinou que sua equipe verifique todas as decisões (gastos e contratos) dos últimos meses de gestão de Cida Borghetti, para avaliar se há algo que possa ser renegociado.

    Quem está na equipe de transição de Cida e Ratinho

    Da parte do eleito, o grupo será chefiado pelo ex-ministro Reinhold Stephanes, que coordenou o plano de governo de Ratinho.

    Os demais nomes são João Carlos Ortega, Norberto Ortigara, Wilson Lipski e Priscila Brunetta.

    Informalmente, devem contribuir no trabalho também Guto Silva, Claudio Stabile, Nildo Lübke e Heraldo Neves.

    Do lado da atual gestão, a coordenação ficará com o secretário-chefe da Casa Civil, Dilceu Sperafico.

    A equipe será formada também pelos secretários de Desenvolvimento Urbano, Silvio Barros; da Fazendo, José Luiz Bovo; o controlador-geral do Estado, Carlos Eduardo de Moura, e o procurador-geral, Sandro Kozikoski.

    Publicado por jagostinho @ 08:31



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.