Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 16nov

    BEM PARANÁ

     

    Só ‘Paranaense’ e nova cor: Petraglia defende mudanças no Atlético

     

    Só ‘Paranaense’ e nova cor: Petraglia defende mudanças no Atlético
    Petraglia (Foto: Geraldo Bubniak) 

    Se dependesse da vontade do presidente do Conselho Deliberativo do Atlético, Mário Celso Petraglia, o clube paranaense teria outro nome e outra cor. O nome de identificação seria “Paranaense” e a cor, vinho. Ao menos foi isso que o dirigente defendeu em entrevista à ESPN, que foi ao ar nesta quarta -feira (14).“Clube Atlético tem vários: Mineiro, Boca Juniors, River Plate e nós, o Paranaense”, disse.

    “O Atlético-MG se apossou do prenome, porque não gosta do ‘Mineiro’. Eu gostaria que nós nos chamássemos ‘Paranaense’. É o ‘meu’ nome, e é assim que somos conhecidos na América do Sul”, completou.

    Segundo o dirigente, o clube deveria passar a dar mais ênfase ao seu gentílico estadual, como forma de se diferenciar e até se projetar internacionalmente – na América do Sul, o clube é chamado de “El Paranaense”.

    Em declarações anteriores, Petraglia defendeu que o Atlético passasse a se chamar CAP – sigla de Clube Atlético Paranaense –, assim como acontece com os clubes alagoanos CSA (Club Sportivo Alagoano) e CRB (Clube de Regatas Brasil).

    Outra polêmica envolve a troca do escudo e a cor do clube. Segundo o dirigente, o escudo já teria um novo visual. E a cor poderia ser o vinho.

    “Não se esqueça de que vermelho mais preto, dá cor-de-vinho, por exemplo”, disse ele à ESPN.

    Para Petraglia, a identidade do clube não iria diminuir. “A identidade vai é aumentar. Nós contratamos empresas especializadas, as coisas não estão sendo feitas na base da opinião”, falou.

    Para essas mudanças saírem do papel, entretanto, é necessário que o clube as aprove.

    “Quem tem que aprovar é o conselho do clube. Eu sou o presidente do conselho do clube”, sugeriu.

    De acordo com o estatuto do Atlético, contudo, as mudanças teriam que ser submetidas a uma reunião do Conselho Deliberativo e aprovadas por 2/3 dos presentes.

    Grama Sintética

    Petraglia ainda falou à ESPN sobre a grama sintética da Arena da Baixada, que recentemente tem sido alvo de críticas dos adversários do Atlético.

    “Essa história da grama é uma bobagem inventada pelo Eurico Miranda (ex-presidente do Vasco). A grama é de altíssimo nível, aprovada pela Fifa”, disse ele.

    “Isso é papo de perdedor. Os clubes tinham era de reclamar dos buracos, que inviabilizam, muitas vezes, o bom futebol”.



    Publicado por jagostinho @ 14:57



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.