Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 25set

    BEM PARANÁ

    O Ministério Público Estadual apresentou hoje denúncia contra treze pessoas acusadas de envolvimento no esquema investigado na operação Rádio Patrulha, que apura suspeitas de fraude em obras de estradas rurais no Paraná. A lista de indiciados inclui o ex-governador e candidato ao Senado, Beto Richa (PSDB), seu irmão, o ex-secretário da Infraestrutura, José Pepe Richa (PSDB), e o ex-chefe de gabinete de Richa, Deonilson Roldo, acusados de corrupção passiva e fraude à licitação. O MP indiciou ainda o primo do ex-governador, Luiz Abi, os empresários Joel Malucelli e Celso Frare, o ex-secretário de Cerimonial, Ezequias Moreira, e o ex-secretário de Assuntos Estratégicos, Edson Casagrande.

    A denúncia (veja a íntegra) é baseada nas delações do ex-diretor do Departamento de Estradas de Rodagem (DER/PR), Nelson Leal Júnior e do ex-deputado estadual Tony Garcia. Ambos apontaram a existência de um esquema para fraudar licitações do programa em troca de propina para o grupo político do ex-governador. Richa chego a ser preso na semana passada, junto com a mulher, Fernanda Richa, pelo Gaeco, mas ambos acabaram sendo soltos quatro dias depois por decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal, Gilmar Mendes. O tucano nega as acusações. 

    Fernanda e o contador da família Richa, Dirceu Pupo, investigados por lavagem de dinheiro, ainda não foram denunciados. O MP afirma que serão instaurados novos procedimentos relacionados aos dois. “Relativamente aos crimes de organização criminosa, obstrução de justiça, lavagem de dinheiro, peculato e outros crimes licitatórios, considerando a necessidade de realização de novas diligências, o Ministério Público informa que serão instaurados procedimentos investigatórios criminais autônomos, razão pela qual, por ora, deixa de denunciar os investigados Fernanda Bernardi Vieira Richa e Dirceu Pupo Ferre”, diz o documento.

    Denunciados:

    Beto Richa – corrupção passiva e fraude a licitação

    Pepe Richa – corrupção passiva e fraude a licitação

    Deonilson Roldo – corrupção passiva e fraude a licitação

    Ezequias Moreira – corrupção passiva e fraude a licitação

    Aldair Petry – corrupção passiva e fraude a licitação

    Luiz Abi – corrupção passiva

    Celso Frare – corrupção ativa e fraude a licitação

    Joel Malucelli – corrupção ativa e fraude a licitação

    Edson Casagrande – fraude a licitação e corrupção ativa

    Túlio Bandeira – fraude a licitação e corrupção ativa

    André Felipe Bandeira – fraude a licitação e corrupção ativa

    Emerson Savanhago – fraude a licitação

    Robison Savanhago – fraude a licitação



    Publicado por jagostinho @ 17:44



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.