Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 07set

    EXTRA.GLOBO.COM

     

    Além do autor do ataque a Bolsonaro, mais duas pessoas foram presas

     

    Além do autor do ataque ao deputado Jair Bolsonaro (PSL), Adélio Bispo de Oliveira, a Polícia Militar de Juiz de Fora prendeu outras duas pessoas.

    Eles devem ser liberados após prestarem depoimento na sede da Polícia Federal em Juiz de Fora.

    Um dos presos, identificado como Hugo Ricardo Bernardo, foi levado para delegacia, por incitar atos de violência contra apoiadores de Bolsonaro.

    Outro detido, Bruno Pereira da Silva, de 21 anos, estuda Ciências Sociais na Universidade Federal de Juiz de Fora. Segundo a família, que esperava do lado de fora da delegacia, ele é inocente.

    – Só prenderam ele porque é negro. Os seguranças do Bolsonaro bateram muito nele, mas ele estava com outros amigos brancos, não estava fazendo nada – disse uma familiar que preferiu não se identificar.

    Segundo ela, a cena do espancamento foi registrada em vídeo.

    O autor do ataque, Adélio foi preso pelo cabo da PM Cleines Oliveira, candidato a deputado estadual pelo PSL de MG, logo depois de ter cometido o golpe com uma faca.

    – Para assegurar a integridade dele (Adélio), o levei para o segundo pavimento de um prédio até a chegada do camburão. Ele só dizia para olhar o Facebook dele que todo mundo ia entender por que ele deu a facada – disse Cleines.

    Logo após o incidente na tarde de hoje, o cabo da PM Paulo Tristão, candidato a deputado federal pelo PSL de MG, que acompanha Bolsonaro nas agendas pelo país, e um delegado de Juiz de Fora, foram procurados no local por uma testemunha que teria indicado os outros dois suspeitos.

    Segundo a testemunha, identificada como o conselheiro tutelar Abraão Fernandes, de Juiz de Fora, Adélio estava acompanhado durante o evento pelos dois outros detidos e por duas mulheres, que não foram presas.

    Abraão é simpatizante político de Bolsonaro.

    Bolsonaro recebe uma facada durante campanha no centro de Juiz de Fora

     

    XXXXXXXX

     

    YOU TUBE

     

    Seriam 3 ou mais os agressores do Bolsonaro , um foi passando a faca para o outro até chegar nas mãos de Adelio Bispo de Oliveira o agressor que tentou matar Bolsonaro no dia 06/09/2018.

     



    Publicado por jagostinho @ 12:03



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.