Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 31jul

    AUGUSTO NUNES/VEJA.COM

     

    Depois da vigília que morreu de frio, devotos de Lula farão greve de fome

     

    • Em casos de “fome extrema”, voluntários estarão de prontidão para “reposição de pessoal” – seja lá o que isso signifique

     

    “A greve não termina enquanto Lula não for solto para abraçar os manifestantes”, avisou João Pedro Stédile nesta segunda-feira, durante um ato eleitoreiro disfarçado de entrevista coletiva no Centro Cultural de Brasília.
    À plateia, formada pelos principais representantes de sites e blogs companheiros, integrantes da Via Campesina e militantes de movimentos ligados ao PT anunciaram uma “greve de fome por tempo indeterminado” em apoio ao ex-presidente presidiário.
    O chefão do MST não deixou claro se participará da ação ou repetirá o papel de espectador privilegiado que desempenha nas invasões ilegais que ordena aos subordinados que façam.
    “Nossos companheiros e companheiras dos movimentos sociais decidem fazer greve de fome por justiça, democracia e liberdade para Lula e o povo brasileiro”, comemorou Maria do Rosário no Twitter.
    A deputada federal gaúcha promete acompanhar todos os passos do grupo entrincheirada em seu gabinete, nos intervalos das refeições que não deixará de fazer.
    Frei Sérgio Gorgen aproveitou a oportunidade para transmitir a advertência a meia dúzia de jornalistas: “Se alguma coisa grave acontecer com qualquer um de nós, tem culpados e responsáveis”.
    Sérgio Moro seria o o primeiro da lista de acusados, completada pelos desembargadores João Pedro Gebran Neto, Leandro Paulsen e Victor Laus.

    Como ninguém é de ferro, a greve não começou logo depois de anunciada. A largada do jejum ocorrerá nesta terça-feira, às 14h, em frente do prédio do Supremo Tribunal Federal.

    Em casos de “fome extrema”, o grupo avisou que voluntários estarão de prontidão para “reposição de pessoal” — seja lá o que isso signifique.

    É cedo para arriscar respostas a uma pergunta inevitável: a greve de fome prometida para pra esta terça será mais longa ou mais curta que a vigília dos devotos de Lula nas imediações da sede da Polícia Federal em Curitiba?

    A segunda morreu de frio antes de completar 100 dias.



    Publicado por jagostinho @ 12:14



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.