Embora já tenha decidido a não mais apresentar seu nome à convenção nacional como pré-candidato a presidente da República, o senador Roberto Requião permanece inconformado com a escolha do ex-ministro da Fazenda Henrique Meirelles.

Segundo nota que postou na página oficial do diretório paranaense do partido, do qual é presidente, Requião diz que a “candidatura Meirelles é suicida e atende ao PSDB”.

E protesta: “O PMDB não pode ser o boi de piranha da direita brasileira”.

“A candidatura de Meirelles será o enterro de luxo do PMDB”, pois e atende ao interesse tucano de atrair para o ex-ministro a rejeição a Temer e favorecer Alckmin”.

A nota de Requião está sendo divulgada quatro dias antes de Henrique Meirelles vir a Curitiba para encontro com líderes empresariais na Associação Comercial do Paraná.