Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 14jul

    CONTRAPONTO/CELSO NASCIMENTO

    Veja quem são os 14 denunciados pela fraude na licitação do transporte

     

     

    São 14 os denunciados pelo Ministério Público Estadual como participantes de ações delituosas para fraudar o processo de licitação para concessão das linhas do transporte coletivo de Curitiba, no final de 2010.

    Os denunciados dividem-se entre empresários do setor, advogados que atuaram na intermediação, e ex-diretores da Urbs que homologaram o processo.

    A licitação foi lançada em 2009 pelo então prefeito Beto Richa e concluída em dezembro de 2010 por seu sucessor, o atual deputado federal Luciano Ducci.

    Os denunciados pelas irregularidades são:

    • Marcos Valente Isfer, ex-presidente da Urbs, denunciado por associação criminosa e fraude a licitação;
    • Fernando Eugênio Ghignone, atual secretário de Estado da Administração e da Previdência (Seap) e ex-diretor de transporte da Urbs, denunciado por associação criminosa e fraude a licitação;
    • Luiz Filla, integrante da Comissão Especial de Recebimento, Análise e Julgamento da Licitação, denunciado por associação criminosa e fraude a licitação;
    • Dante José Gulin, empresário, denunciado por associação criminosa, fraude a licitação e falsidade ideológica;
    • José Luiz de Souza Cury, ligado ao consórcio Transbus, denunciado por associação criminosa, fraude a licitação e falsidade ideológica;
    • Acir Antonio Gulin, empresário, denunciado por associação criminosa, fraude a licitação e falsidade ideológica;
    • Rodrigo Corleto Hoelzl, ligado ao consórcio Pioneiro, denunciado por associação criminosa, fraude a licitação e falsidade ideológica;
    • Julio Xavier Vianna Junior, ex-sócio de uma empresa de engenharia, associação criminosa, fraude a licitação e falsidade ideológica;
    • Felipe Busnardo Gulin, empresário, denunciado por associação criminosa, fraude a licitação e falsidade ideológica;
    • Antônio José Vellozo, integrante da equipe técnica da Setransp, denunciado por associação criminosa, fraude a licitação e falsidade ideológica;
    • Guilherme de Salles Gonçalves, advogado, denunciado por associação criminosa, fraude a licitação e falsidade ideológica;
    • Marco Antonio Gulin, empresário, denunciado por falsidade ideológica;
    • Wilson Luiz Gulin, empresário, denunciado por falsidade ideológica;
    • Vergínia Luíza Macedo, ligada à família Gulin, denunciada por falsidade ideológica.

    Autor da delação premiada que escancarou o esquema, o advogado Sacha Reck não faz parte da lista dos denunciados, embora tenha sido um dos principais articuladores de licitações dirigidas não só em Curitiba, como também em outras cidades do Paraná, como Guarapuava e Paranaguá.

    xxxx

    Aqui, a íntegra da denúncia:

     

    Publicado por jagostinho @ 11:42



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.