Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 01set

    Deputado Luis Corti [email protected]

     

    Deputado Luís Corti propõe PEC para garantir gratuidade em transportes coletivos a idosos e deficientes

     

     

    Uma Proposta de Emenda Constitucional – PEC foi protocolada pelo deputado estadual Luís Corti, esta semana, na Assembleia Legislativa do Paraná.

    A PEC altera o artigo 224 da Constituição do Estado, garantindo gratuidade nos transportes coletivos urbanos e intermunicipais e nas respectivas vagas especiais para estacionamento de veículos, aos idosos com idade igual ou superior a sessenta anos e às pessoas portadoras de mobilidade reduzida ou deficiência.

    No texto atual da constituição, é garantida a gratuidade nos transportes aos idosos maiores de sessenta e cinco anos e às pessoas portadoras de deficiência que comprovem carência de recursos financeiros.

    De acordo com o dispositivo atual, pessoas acima de 65 anos são consideradas idosos.

    A mudança de 65 para 60 anos se dá devido ao artigo 1°, da Lei Federal n° 10.741, de 1° de outubro de 2003, o Estatuto do Idoso, que considera idosos pessoas acima dos 60 anos.

    A PEC proposta pelo deputado estadual Luís Corti ajusta o dispositivo atual de acordo com o Estatuto do Idoso e o Estatuto da Pessoa com Deficiência.

    No novo artigo as vagas especiais regulamentadas também são contempladas, visto que quando promulgada a Constituição Estadual, em 1989, não existiam vagas especiais regulamentadas.

    O objetivo da PEC é garantir os direitos fundamentais das pessoas idosas e com deficiências, principalmente no que se refere ás condições de dignidade e bem-estar.

    A gratuidade pretendida pela preposição, é justa e meritória, visto que os idosos já deram sua parcela de contribuição para a sociedade, merecendo tal distinção, assim como os portadores de deficiência física, auditiva, visual, mental ou sensorial.

    O projeto será encaminhado para as comissões pertinentes e se aprovado, seguirá para votação em plenário.



    Publicado por jagostinho @ 09:02



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.