Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 29set

    GAZETA DO POVO

     

    Profissão político: veja o que os candidatos faziam antes de entrar para a vida pública

     

    Pleiteantes ao cargo de prefeito de Curitiba eram advogados, economistas, administradores…

     

    Se dependesse da experiência profissional longe da política tradicional e dos cargos públicos, muitos candidatos à prefeitura de Curitiba estariam com seus currículos no final da pilha dos recrutadores.

    A maioria deles atuou brevemente nas carreiras de formação acadêmica e ainda muito cedo entraram para a política.

    Veja o que cada um fez e que cargos assumiram na vida pública.

     

    /ra/pequena/Pub/GP/p4/2016/09/29/VidaPublica/Imagens/Cortadas/GRECA CAMPANHA5PS-5525-k42F-ID000002-1024x341@GP-Web.jpg
    Pedro Serapio/Gazeta do Povo

    Rafael Greca (PMN) – economista, engenheiro, vereador, prefeito, deputado estadual, federal e ministro

    A assessoria de imprensa de Rafael Greca (PMN) não respondeu a solicitação da reportagem sobre os empregos formais do candidato.

    Durante a sabatina realizada na Gazeta do Povo , Greca afirmou que seu primeiro emprego foi na empresa da família, aos 14 anos, onde atuou como inspetor de segurança.

    Ele é funcionário do Instituto de Planejamento e Pesquisa de Curitiba (Ippuc), onde ingressou por concurso público em 1983.

    Apesar dos 33 anos de Ippuc, o candidato passou pouco tempo de fato exercendo a função. Ainda nos anos 80, foi eleito vereador.

    Depois, foi prefeito, deputado federal, ministro, deputado estadual novamente, presidente da Cohapar e ficou um tempo no Senado, como assessor de Roberto Requião (PMDB).

     

    /ra/pequena/Pub/GP/p4/2016/09/29/VidaPublica/Imagens/Cortadas/Caminhada Fruet - HM (12)-5526-k42F-U20914449503U0G-1024x341@GP-Web.JPG
    Henry Milleo/Gazeta do Povo

    Gustavo Fruet (PDT) – advogado, vereador, deputado federal e prefeito

    O atual prefeito, Gustavo Fruet (PDT), é formado em Direito, foi sócio do irmão em um escritório em Brasília onde advogou por dois anos.

    Depois, entrou para a vida pública, se elegendo vereador.

    Em seguida, assumiu cargo na Câmara dos Deputados, onde ficou por três mandatos.

    Em 2012, foi eleito prefeito da capital e busca reeleição.

    Durante a sabatina realizada pela Gazeta do Povo , afirmou começou a trabalhar aos 12 anos, com o avô, sem carteira assinada.

    O primeiro emprego foi no antigo Tribunal de Alçada.

    /ra/pequena/Pub/GP/p4/2016/09/29/VidaPublica/Imagens/Cortadas/Marina Silva - HM (5)-k42F-U20914449503JoF-1024x341@GP-Web.JPG
    Henry Milleo/Gazeta do Povo

    Requião Filho (PMDB) – advogado e deputado estadual

    Candidato do PMDB, Requião Filho, é formado em Direito e especialista em direito previdenciário.

    Desde que se formou, em 2003, atuou como advogado tributarista em Brasília, em escritório próprio, até ser eleito deputado estadual em 2014.

    Também atuou como assessor de Rodrigo Rocha Loures (PMDB) quando este foi deputado federal.

    /ra/pequena/Pub/GP/p4/2016/09/29/VidaPublica/Imagens/Cortadas/Maria Victoria_PS_8100 (11)-5528-k42F-U20914449503AIF-1024x341@GP-Web.JPG
    Pedro Serápio/Gazeta do Povo

    Maria Victoria (PP) – administradora e deputada estadual

    Maria Victoria (PP) é graduada em Hotelaria e Administração, pós-graduada em gestão pública e, além disso, cuida das empresas do pai e atua na administração de uma escola bilíngue de sua propriedade, em Maringá, no Noroeste do Paraná.

    A deputada também fez estágios de cinco meses em um hotel na China e outros cinco meses em um hotel de Curitiba.

    /ra/pequena/Pub/GP/p4/2016/09/29/VidaPublica/Imagens/Cortadas/Sabatina Ney Leprevost - HM (26)-5529-k42F-U20914449503XlF-1024x341@GP-Web.JPG
    Henry Milleo/Gazeta do Povo

    Ney Leprevost (PSD) – radialista, vereador, secretário e deputado estadual

    Ney Leprevost (PSD) começou a trabalhar como comentarista esportivo aos 13 anos, depois passou a ter um programa próprio de rádio.

    Ingressou na política tão cedo quanto começou no rádio: foi eleito para seu primeiro mandato como vereador, aos 22 anos.

    E, em 2006, foi eleito para a Assembleia Legislativa pela primeira vez.

    Apesar da carreira como radialista, tem formação em administração de empresas.

    De acordo com a assessoria do candidato, sua profissão de formação foi exercida quando esteve na presidência da Associação dos Amigos do Hospital de Clínicas e quando foi secretário de estado do Turismo e Esporte.

    /ra/pequena/Pub/GP/p4/2016/09/29/VidaPublica/Imagens/Cortadas/Professores Ato-AM (104)-k42F-U20914449503qaC-1024x341@GP-Web.JPG
    Antônio More/Gazeta do Povo

    Tadeu Veneri (PT) – bancário, vereador, deputado estadual

    Tadeu Veneri (PT) teve uma vida profissional tão longa quanto a vida pública.

    Atualmente aposentado, foi servidor público no Banco do Brasil entre 1975 e 2002.

    Conciliou a carreira política com a de bancário desde 1995, quando foi vereador em Curitiba pela primeira vez.

    Atualmente, Veneri é deputado estadual e já está na Assembleia Legislativa do Paraná há quatro mandatos.

    Em sabatina na Gazeta do Povo , Veneri afirmou que seu primeiro emprego foi aos 15 anos, carregando malotes em União da Vitória, no Sul do Paraná.

    /ra/pequena/Pub/GP/p4/2016/09/29/VidaPublica/Imagens/Cortadas/Debate8An-5531-k42F-U2091444950367B-1024x341@GP-Web.jpg
    Aniele Nascimento/Gazeta do Povo

    Xênia Mello (PSol) – advogada e servidora pública

    A candidata do PSol começou sua carreira como advogada em 2011 e ainda atua na área de violência contra a mulher.

    Além de trabalhar na área de formação, também é servidora da UTFPR desde 2010.

     Xênia foi candidata à vereadora em 2012 e à deputada estadual em 2014.

    /ra/pequena/Pub/GP/p4/2016/09/29/VidaPublica/Imagens/Cortadas/AdemarPereira2An-5532-k42F-U2091444950398-1024x341@GP-Web.jpg
    Aniele Nascimento/Gazeta do Povo

    Ademar Pereira (Pros) – empresário

    Ademar Pereira (Pros) concorre a um cargo majoritário pela primeira vez.

    O candidato começou a trabalhar com 14 anos, já foi funcionário de um banco na área de informática e atualmente é dono da Escola Atuação e do Espaço Torres.

    Ao todo, diz somar mais de 40 anos de exercício profissional.



    Publicado por jagostinho @ 18:27



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.