Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 16dez

    Gustavo Santana <[email protected]>

     

     

    Na próxima sexta-feira (18), o terminal paranaense vai receber o passageiro número dois milhões

     

     

    FOZ AEROPORTO

     

     

    O Aeroporto Internacional de Foz do Iguaçu (PR) vai atingir a marca histórica de dois milhões de passageiros na próxima semana.

    Para celebrar o momento, a Infraero, em parceria com o trade turístico local e as empresas aéreas Gol, Azul e TAM promove um evento comemorativo na próxima sexta-feira, dia 18, a partir do meio dia.

    O passageiro número dois milhões de 2015 será agraciado com uma série de brindes oferecidos pelos concessionários do aeroporto, uma estadia em hotel, jantar, show temático além de atrativos turísticos, como um passeio no Parque Nacional do Iguaçu com direito a um voo panorâmico sobre as Cataratas, e uma visita à Usina de Itaipu Binacional.

    De janeiro a novembro deste ano, o terminal já registou 1.893.010 passageiros, o que representa um aumento de mais de 12 mil usuários em relação ao mesmo período de 2014.

    O recorde, segundo o superintendente do terminal paranaense, Eduardo Renato Ludwig, “reflete o crescimento constante de embarques e desembarques no aeroporto localizado na região da tríplice fronteira”.

    Ludwig destaca, ainda, que o terminal paranaense mantém um crescimento em índices acima da média nacional, já que no primeiro semestre deste ano, o crescimento foi de menos de 4% nos demais aeroportos do Brasil.

    Atualmente o aeroporto opera uma média de 44 voos diários da aviação comercial, sendo 22 chegadas e 22 partidas.

    Destes, dois são internacionais (uma chegada e uma partida), ligando Foz do Iguaçu à Lima no Peru.

    Investimentos e Melhorias

    Com investimentos na ordem de R$ 71,6 milhões, nos últimos anos, o terminal paranaense passou por uma série de melhorias, que ampliaram sua capacidade de 2,7 milhões para 3,9 milhões de passageiros ao ano.

    Entre elas, destacam-se: a reforma e ampliação do terminal de passageiros; a reformulação de todo o sistema elétrico; obras de acessibilidade; melhorias na pista; novos balcões de atendimento, esteiras de bagagens, escadas rolantes e elevadores; e a ampliação do número de vagas no estacionamento.

    O terminal está localizado na BR 469 – km 16,5 – Rodovia das Cataratas, à 13 Km do centro da cidade, 12 Km das Cataratas do Iguaçu, 10 Km da Ponte Tancredo Neves (Argentina), 20 Km da Ponte da Amizade (Paraguai), 30 Km da Usina Hidrelétrica de Itaipu.

    A proximidade da Usina Hidrelétrica de Foz do Iguaçu e da cidade Argentina de Puerto Iguazu, que oferece gastronomia refinada, cassinos e ainda o comercio paraguaio, faz com que a indústria do turismo seja a principal fonte de renda da cidade.

    A cidade

    Situada na região conhecida como Tríplice Fronteira, na divisa entre Brasil, Argentina e Paraguai, Foz do Iguaçu se destaca como o segundo destino na preferência dos turistas estrangeiros que visitam o país, segundo pesquisa da Embratur.

    As belezas do Parque Nacional do Iguaçu merecem ser admiradas tanto do alto, de helicóptero, quanto nos emocionantes passeios de barco.

    Outros motivos que mantêm a região entre as cinco mais visitadas do país são a colossal Usina Hidrelétrica de Itaipu, as compras do lado paraguaio da fronteira e os cassinos em solo argentino.

    Cidade cosmopolita, que abriga 72 etnias, Foz do Iguaçu vem se firmando também como polo de conhecimento e de novas tecnologias.

    E assiste a uma retomada dos investimentos públicos e privados. A criação do Parque Tecnológico Itaipu (PTI) e da Universidade Federal da Integração Latino-Americana (UNILA), com projeto arquitetônico assinado por Oscar Niemeyer e com previsão de atender a 10 mil alunos brasileiros e latino-americanos, vai transformar a região em um polo de conhecimento e de atividades acadêmicas.

    Por outro lado, a construção do Linhão de 500 kV, ligando Itaipu a Assunção, vai permitir a instalação de grandes empresas eletrointensivas, brasileiras e estrangeiras, promovendo desenvolvimento industrial da região do Alto Paraná até Assunção, em território paraguaio.



    Publicado por jagostinho @ 12:28



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.