Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 14dez

    GAZETA DO POVO

     

    Manifestantes criticam PT, Fachin e agradecem a Sérgio Moro em Curitiba

     

    Estimativa da PM para o número de participantes no ato subiu para 10 mil no final da tarde

     

     

    Manifestantes ocupam a rua Marechal Deodoro, em Curitiba. Foto:- Marcelo Andrade/Gazeta do Povo

    Manifestantes ocupam a rua Marechal Deodoro, em Curitiba. Foto:- Marcelo Andrade/Gazeta do Povo

     

    Os protestos em Curitiba reuniram cerca de 10 mil pessoas neste domingo (13), segundo a Polícia Militar. Os organizadores dos protestos falavam em 15 mil manifestantes.

    A principal pauta foi a abertura do processo de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff (PT) e a saída do Partido dos Trabalhadores (PT) do poder.

    De acordo com o líder do movimento, Cristiano Rogério Pereira, o movimento luta contra a corrupção dentro do governo federal.

    “Nós somos contra todo o tipo de corrupção e pedimos a saída dos corruptos do poder, entre eles a presidente Dilma Rousseff e o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha”.

    O movimento Curitiba Contra a Corrupção confeccionou o boneco “pixuleco” – a figura do ex-presidente Lula com roupas de presidiário – por R$ 3 mil.

    O movimento afirma que custeou o aluguel de carros de som e o boneco com doações da população e com o dinheiro arrecadado pela venda de camisetas.

    Entre elas, a que tinha o rosto do juiz federal Sérgio Moro estampada foi a que fez mais sucesso.

    O microempresário Maycon Gonçalves comprou uma das camisetas.

    “Ele está mudando a história deste país colocando os corruptos na cadeia”, afirmou.

    Os principais personagens dos protestos deste domingo foram o ex-presidente Lula, a presidente Dilma e o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luiz Edson Fachin, que foi bastante criticado pelos manifestantes.

    “Ele já subiu no palanque da Dilma, está moralmente impedido de julgá-la”, disse o advogado Antônio Carlos Braga.

    O professor de projetos industriais da UFPR, José Wladimir Freitas da Fonseca disse que o jurista já atuou em favor do partido dos trabalhadores.

    “Tenho vergonha de fazer parte da mesma universidade que ele”, afirmou.

    Personagens

    “O ministro [Luiz Edson] Fachin já subiu em palanque pedindo votos para a Dilma. Está impedindo moralmente e juridicamente de julgá-la” – Antônio Carlos Braga, advogado

    “As pessoas são eleitas para servir ao povo e não fazem nada por nós. É tão pouco o que o povo pede e um governo ditatorial não fornece nada” – Rosimeire Vasco Garcia, bancária aposentada.

    “Sérgio Moro está mudando a história deste país colocando os verdadeiros bandidos atrás das grades” – Maykon Gonçalves, microempresário.

    “Em vim em todos os protestos e quero justiça. Um país mais justo e sem corrupção, com educação para todos. O impeachment nos deixa mais próximos disso” – Sarah Cordeiro, psicóloga.

    “Todos que estão aqui estão comprometidos com o povo brasileiro. Vim trabalhar em todas as manifestações e acredito que o impeachment pode mudar o país” – Denise Athayde, autônoma, vende bandeiras e adereços na manifestação.

    “Eu sonho em me livrar de políticos corruptos que mentem para o povo. Sonho em um povo que vota certo e em ver corruptos na cadeia” – Fernanda Santos, professora universitária.

    Na praça Santos Andrade, manifestantes cantaram do Hino Nacional a marchinhas contra o PT

     



    Publicado por jagostinho @ 09:12



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.