Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 11ago

    UCHO.INFO

     

    Vendas do Dia dos Pais têm o pior resultado dos últimos seis anos e confirmam crise que Dilma ignora

     

    consumo_23Dilma Rousseff, a presidente da República, arruinou a economia brasileira com a ajuda dos “companheiros” de partido e o apoio dos aliados corruptos, mas agora tenta empurrar a responsabilidade pelo caos para os que lhe fazem oposição.

    Sem saber como escapar da crise econômica que vem tirando o sono dos brasileiros e obrigando a população à drástica mudança de hábitos de consumo, Dilma insiste em afirma que o quadro atual é passageiro e que o Brasil em breve voltará a crescer.

    Ao contrário do que afirma a presidente, os analistas do mercado financeiro apostam em quadro muito mais desanimador ainda em 2015.

    Como tem afirmado o UCHO.INFO, a crise atual só começará a perder força no segundo semestre de 2018, ou seja, quando Dilma estiver preparando a mudança, caso um processo de impeachment não a coloque no olho da rua muito antes do previsto.

    Enquanto Dilma tenta escapar da responsabilidade, a verdade do cotidiano mostra que o governo do PT patrocinou um enorme desastre em todos os segmentos, sendo que para recuperar o status anterior à era petista será preciso esforço continuado ao longo de décadas.

    Para provar que a presidente abusa da mitomania quando faz referência à crise econômica, minimizando a extensão do caos, os números do comércio em relação ao Dia dos Pais não deixam dúvidas a respeito.

    De acordo com informações divulgadas nesta segunda-feira (10) pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL), as vendas para o Dia dos Pais recuaram 11,21% em 2015, na comparação com o ano anterior.

    Segundo as entidades, foi o pior desempenho dos últimos seis anos. O cálculo foi feito na semana que antecede a data comemorativa, entre 2 e 8 de agosto.

    Para o presidente da CNDL, Honório Pinheiro, o fraco desempenho do comércio no Dia dos Pais é reflexo imediato do desaquecimento da economia, que sofre com a perda do poder de compra do salário do trabalhador e da elevação das taxas de juro cobras pelos bancos e financeiras.

    Fora isso, contribuiu para o fracasso nas vendas do varejo o aumento do contingente de desempregados, quadro que vem piorando mês a mês com a ajuda do governo dos trabalhadores.

    Se no comércio a situação foi desanimadora, nos restaurantes, onde muitas famílias costumam comemorar o Dia dos Pais, a situação não foi diferente.

    Restaurantes vazios deram o tom de um domingo que deveria ser de confraternizações, mas acabou marcado por reuniões intimistas sem sair de casa.

    O que explica a corrida aos supermercados, pois as pessoas, assustadas com a crise, preferiram não colocar os pés na rua.

    Isso significa que em breve o setor de bares e restaurantes será alcançado por uma inevitável onda de demissões.

    Desesperada com a crise múltipla que ronda o Palácio do Planalto e pode lhe custar o cargo, Dilma Rousseff mostra mais uma vez a sua incompetência ao interpretar o desarranjo na economia nacional, não sem antes provar aos brasileiros que sofre de autismo político.

    Em outras palavras, Dilma odeia política, não gosta de se relacionar com os atores políticos e detesta o contraditório.

    Publicado por jagostinho @ 14:45



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.