Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 11mar

    GAZETA DO POVO

    Ratinho lidera disputa a prefeito; 4 opositores ‘embolam’ o 2.º lugar

    Apesar da vantagem no levantamento do Paraná Pesquisas, secretário perdeu 12 pontos desde dezembro.

    Fruet, Requião Filho, Francischini e Ducci estão tecnicamente empatados

    RATINHO E FRUET

    Levantamento do instituto Paraná Pesquisas, encomendado pela Gazeta do Povo, mostra o secretário estadual de Desenvolvimento Urbano, Ratinho Jr. (PSC), na liderança da corrida eleitoral para a prefeitura de Curitiba em 2016, com 26,4% das intenções de voto.

    O atual prefeito, Gustavo Fruet(PDT), aparece em segundo lugar com 12,7%, tecnicamente empatado com o deputado estadual Requião Filho (PMDB), com o secretário estadual de Segurança Pública, Fernando Francischini(SD), e com o ex-prefeito Luciano Ducci (PSB).

    A pesquisa reflete o impacto da queda de popularidade de Fruet e de outros governantes. Além disso, dá indícios de possíveis concorrentes com fôlego para disputar o cargo – como Francischini e Requião.

    Apesar de aparecer isolado na liderança, os números não são tão bons para Ratinho Jr.

    Em dezembro, pesquisa do mesmo instituto mostrava o secretário com 38% das intenções de voto – os concorrentes no cenário pesquisado eram quase os mesmos.

    Outro detalhe: assim como nas eleições de 2012, os votos de Ratinho estão concentrados nos eleitores de escolaridade mais baixa.

    Naquela ocasião, ele terminou o primeiro turno na liderança, mas não conseguiu vencer a rejeição da classe média e perdeu para Fruet.

    Para o atual prefeito, a situação é ainda pior: ele aparece “embolado” com outros concorrentes.

    Vale lembrar que pesquisa do mesmo instituto, divulgada na segunda-feira (9), mostrava o pedetista com 65% de desaprovação entre os eleitores de Curitiba.

    Terceiro colocado em 2012, Luciano Ducci (PSB) também não aparece bem.

    Na pesquisa de dezembro, ele chegou a fazer 17% em um dos cenários pesquisados – ficando na segunda colocação em um cenário sem Ratinho.

    Na pesquisa atual, ele oscila entre 13,3% e 8,3%, dependendo dos adversários.

    Por outro lado, Requião Filho e Francischini ganharam pontos e despontam como possíveis concorrentes de peso, assim como Ney Leprevost (PSD) e Rubens Bueno (PPS).

    Fotografia do momento

    É preciso considerar que a pesquisa é apenas uma fotografia do momento. Primeiro, é impossível prever como estará a política paranaense em outubro do ano que vem.

    A situação econômica do país pode melhorar ou piorar, assim como a avaliação de Fruet e de seus concorrentes.

    Outro fator a ser considerado é que Ratinho, Francischini, Ducci, Leprevost e Bueno, hoje, fazem parte do mesmo grupo político – logo, dificilmente sairão todos candidatos ao mesmo tempo.

    Por outro lado, Requião Filho encontra resistências internas no próprio PMDB de Curitiba.

    Vale lembrar ainda que, na pesquisa espontânea, quase 80% dos eleitores disseram que não sabem ainda em quem votar – ou seja, o jogo está totalmente aberto.

    Metodologia

    O levantamento foi realizado em Curitiba pelo Paraná Pesquisas, entre 3 e 7 de março. Foram entrevistadas 819 pessoas maiores de 16 anos. A margem de erro é de 3,5% e o grau estimado de confiança, 95%.

    Publicado por jagostinho @ 14:37



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.