Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 17set

    PORTAL A TARDE

    DILMA BANCOSEmpenhada em associar Marina Silva (PSB) aos bancos, a presidente Dilma Rousseff é vista pela maior parte do eleitorado (42%) como a principal representante dos interesses do setor financeiro na corrida eleitoral.

    Além de medir as intenções de voto e a avaliação de governo, o Ibope apresentou aos entrevistados uma lista de segmentos econômicos e sociais e perguntou qual dos candidatos representa melhor cada um deles.

    No caso do setor financeiro, Marina ficou em terceiro lugar, com 20%, atrás de Aécio Neves (PSDB), com 25% – uma mostra de que a ofensiva de Dilma e de seu marqueteiro, João Santana, teve efeitos limitados, ao menos até o momento.

    A campanha de Dilma exibiu na TV um vídeo de 30 segundos no qual afirma que a proposta de Marina de dar autonomia ao Banco Central vai entregar aos banqueiros “um poder que é do presidente e do Congresso, eleitos pelo povo”.

    Marina contra-atacou e acusou a presidente de ter criado o “bolsa banqueiro”.

    Na segmentação do eleitorado por classes sociais, Dilma é vista como a principal representante dos interesses dos pobres por 44% dos brasileiros. A seguir vem Marina (29%) e Aécio (11%).

    Em relação aos ricos, há uma divisão maior: 36% acham que é a petista quem mais os defende, e 34% apontam o candidato do PSDB nessa posição.

    A candidata do PSB, cuja atuação no Ministério do Meio Ambiente a colocou em situação de confronto com o agronegócio, é vista por 31% como a melhor defensora dos interesses da agricultura. Os índices de Dilma e Aécio são 36% e 17%, respectivamente.

    Dilma é considerada pela maior parcela do eleitorado como a principal defensora dos trabalhadores (45%), dos aposentados (43%), dos jovens (38%), dos funcionários públicos (40%), da indústria (42%) e do comércio (42%).

    Marina se destaca no quesito meio ambiente (50%). O Ibope perguntou aos entrevistados se eles tomaram conhecimento das novas denúncias de corrupção envolvendo a Petrobras: 65% responderam que sim, e 32%, que não. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

    Publicado por jagostinho @ 15:31



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.