Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 12set

    ELIANE CANTANHÊDE/BRASÍLIA

    Dilma tem pressa. Tem de aproveitar todas as vantagens do primeiro turno para “desconstruir” Marina, porque depois, no segundo turno, é cara a cara e as condições ficam um pouco mais iguais.

    Hoje, Dilma tem mais de 11 minutos de TV, contra cerca de 2 minutos de Marina, além de ter a máquina do governo, a máquina da campanha, a máquina do PT, a máquina do PMDB, a máquina da maior base aliada das galáxias, muito mais dinheiro e os marqueteiros petistas, que batem abaixo da cintura.

    Mesmo assim, com toda essa artilharia e toda essa tropa, Dilma só oscilou um ponto para cima, e Marina só resvalou um ponto para baixo no primeiro turno.

    E, no segundo, foram dois a mais para Dilma e um a menos para Marina, que não tem máquina, nem partidos, nem gente de marketing fazendo jogo sujo, nem tempo na TV. Com seus minutinhos diários, como contra-atacar à altura?

    Dilma, portanto, tem de aproveitar a brutal desigualdade de condições agora para tentar aprofundar duas tendências contra Marina: o aumento de rejeição e a queda de intenções de voto em setores com maior capacidade de influência no conjunto do eleitorado. O objetivo é fechar o primeiro turno na dianteira e com folga.

    Sim, porque, no segundo turno, Marina pode compensar parte da desvantagem, com a adesão de novos partidos, com os eleitores tucanos órfãos e com um tempo de televisão justo –metade para cada candidato, ou melhor, candidata.

    Marina, portanto, tem de ficar esperta, porque vem chumbo grosso. Se a campanha do PT já a acusou de ser como Collor e Jânio, uma ameaça ao Bolsa Família, contra o pré-sal, aliada dos banqueiros para matar os pobres de fome… imagine-se o que vem por aí.

    Dilma, petistas e marqueteiros estão prontos para aniquilá-la.

    Por falar nisso, por que o Lula anda tão escondido?

    Será que é ele que vai jogar a bomba na hora “h”, sem dar tempo para Marina reagir e se defender?

    Ai, que medo! 

     
    eliane cantanhêde  ELIANE CANTANHÊDE,  jornalista, é colunista da Folha . É também comentarista do telejornal ‘GloboNews em Pauta’ .

    Publicado por jagostinho @ 16:08



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.