Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 09set

    FOLHA ONLINE

    Nova pesquisa de intenções de voto das eleições presidenciais, divulgada nesta terça-feira (9) pela CNT (Confederação Nacional do Transporte), feita pelo instituto MDA, mostra a presidente Dilma Rousseff (PT) isolada na liderança no primeiro turno e empatada com a candidata do PSB, Marina Silva, no segundo turno.

    Ambas cresceram no primeiro turno em relação à pesquisa anterior da MDA, divulgada no último dia 27, mas o crescimento maior ainda foi o de Marina –embora a ex-senadora não tenha aparecido, neste levantamento, empatada com Dilma na primeira etapa da corrida eleitoral, como ocorreu em recentes pesquisas do Datafolha e Ibope.

    Dilma interrompeu uma oscilação negativa e subiu de 34,2% das intenções de voto para 38,1%, no primeiro turno. Já Marina manteve trajetória ascendente e foi de 28,2% para 33,5% das intenções de voto.

    Já o tucano Aécio Neves ficaria com a terceira colocação na disputa: ele oscilou de 16% para 14,7%.

      Editoria de Arte/Folhapress  


    SEGUNDO TURNO

    Em uma disputa no segundo turno entre Dilma e Marina, a petista aparece empatada tecnicamente com a ex-ministra do Meio Ambiente. Na pesquisa anterior, Dilma tinha 37,8% e, nesta sondagem, subiu para 42,7%.

    Já Marina passou de 43,7% para 45,5%, oscilação dentro da margem de erro –que é de 2,2 pontos percentuais, para mais ou para menos.

    Nos outros cenários de segundo turno, Dilma derrotaria Aécio por 47,5% a 33,7%. A candidata do PSB também derrotaria o tucano, por 52,2% a 26,7%.

    A avaliação do diretor-executivo da CNT, Bruno Batista, é que a propaganda na TV e rádio ajudou na recuperação de Dilma, que também teve melhora na avaliação de governo.

    Para o diretor da MDA, Marcelo Souza, o cenário tende a uma estabilidadenas intenções de votos para Marina e, no geral, o número de indecisos e de votos brancos e nulos já é baixo, o que dá menor margem para crescimento dos candidatos sobre esse eleitorado.

    A pesquisa ouviu 2.002 eleitores entre os dias 5 e 7 de setembro e foi registrada no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) sob o número BR-00574/2014. O nível de confiança da pesquisa é de 95%.

      Editoria de Arte/Folhapress  


    REJEIÇÃO

    A rejeição de Dilma também caiu e agora é menor que a de Aécio, ao contrário da pesquisa passada. Uma fatia de 41,7% do eleitorado diz não votar em Dilma de jeito nenhum, enquanto 43,5% dizem o mesmo em relação a Aécio.

    Marina tem a menor rejeição entre os três: 31%.

    Os entrevistados também foram questionados sobre o interesse na eleição. 20% disseram estar “muito interessado”; 30,3% se definem com “interesse médio”; 28,8% afirmam ter pouco interesse e 20,8% dizem não ter nenhum interesse. 0,1% não souberam ou não responderam. 

    Publicado por jagostinho @ 16:48



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.