Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 06set

    BLOG DO REINALDO AZEVEDO/VEJA.COM

    Os números do Datafolha em alguns estados demonstram que Marina Silva, presidenciável do PSB, se transformou mesmo no desaguadouro dos votos contra o petismo.

    E, tudo indica, parte considerável do eleitorado resolveu fazer voto útil já no primeiro turno.

    Ou por outra: poderia até estar disposta a votar em Aécio — porque significa um “não” ao petismo —, mas vê em Marina melhores chances de vencer Dilma.

    Como a gente percebe isso?

    Vejam a distribuição dos votos em seis estados, em gráficos publicados pela Folha.

    como votam os estados

    Se apenas São Paulo elegesse o presidente da República, com 42% dos votos, Marina ficaria perto de ganhar no primeiro turno.

    Dilma Rousseff, do PT, tem apenas 23%, e Aécio Neves, do PSDB, 18%.

    No Estado, a presidenciável petista tem uma rejeição de 45%. Aécio se beneficia de uma parte desse sentimento, mas a esmagadora maioria fica com a candidata do PSB.

    Nota à margem: na capital paulista, o prefeito Fernando Haddad tem uma reprovação de 47%.

    No Distrito Federal, onde o governador petista Agnelo Queiroz, é reprovado por 48%, a rejeição a Dilma chega a 45%.

    Também ali Marina lidera, com 33% dos votos; Aécio tem 20%. Dilma marca 23%.

    O mais surpreendente de todos os resultados para Aécio certamente é Minas, onde o PT venceu as eleições presidenciais em 2002, 2006 e 2010.

    Todos os analistas davam de barato que, desta vez, Aécio levaria uma avalanche de votos. De fato, o voto não dilmista no Estado soma 49%, mas Marina fica com 27%, e Aécio com 22%. De modo até certo ponto surpreendente, Dilma lidera, com 35%.

    Marina é a primeira no Rio, com 37%, seguida de Dilma, com 31%. No Estado, Aécio marca apenas 11%.

    Mas é em Pernambuco, terra natal de Eduardo Campos, que Marina obtém a sua melhor marca: 46%, contra 37% de Dilma.

    É a primeira vez desde 2002 que o PT não lidera a votação. As circunstâncias fizeram com que Aécio obtivesse apenas 2% entre os pernambucanos.

    A petista tem a liderança também no Rio Grande do Sul, com um número expressivo: 38%. É nesse Estado que ela começou a fazer política institucional, ligada ao brizolismo. A candidata do PSB consegue uma boa marca — 30% —, e o tucano fica com 15%.

    Dilma arrebenta a boca do bolão no Ceará, com 57% dos votos. Marina não deixa de conseguir uma boa marca, considerando a “petização” do Nordeste: 24%. Aécio tem apenas 4%.

    A petista, em suma, terá no Nordeste — exceção feita a Pernambuco — a sua fortaleza.

    E Marina tem de se esforçar para tirar a diferença no Sudeste, e sua praça de resistência, na região, é mesmo São Paulo.

    Publicado por jagostinho @ 18:51



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

Uma resposta

WP_Cloudy
  • Jair Cordeiro Lopes Disse:

    Ouvido lá no Planalto

    Os infiéis querem me apear do poder
    Para isso usam argumentos injustos
    Porém, eu não caio por não merecer
    Coopto todos, não importa os custos!

    Para isso sei o que fazer exatamente
    Mostrarei ao parlamento como se faz
    Eis que molharei a mão dessa gente
    Com aquela dinheirada da Petrobras.

    Então, calarei a boca dos detratores
    Com argumento de bufunfa sem igual.
    Sem me gostar vão morrer de amores!

    Pois sou maquiavélica, feiosa e mau
    Eu conheço muito aqueles senhores,
    É trata-los com grana ou vão pro pau.

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.