Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 04set

    Lula

     

     FOLHA.COM

    Em comício na periferia de Salvador na noite desta quarta-feira (3), o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva sugeriu que poderá voltar a disputar as eleições presidenciais em 2018 para impedir que “aqueles que não fizeram anda em 500 anos voltem para tentar governar”.

    “Eles vão ter que se preparar porque eu vou estar vivo e vou estar com muita vontade”, disse o ex-presidente, logo após defender a reeleição da presidente Dilma Rousseff (PT) nas eleições de outubro.

    Em discurso de 30 minutos, Lula atacou “os tucanos”, “as elites”, “os coronéis”, mas poupou a presidenciável Marina Silva (PSB) – que está em empate técnico com Dilma segundo a última pesquisa Datafolha.

    Citou Marina apenas uma vez, ao dizer que ela foi ministra do seu governo e que vários candidatos nesta eleição presidencial passaram pelo PT.

    “Até a Luciana Genro era do PT. O Zé Maria era do PT. Só para presidente tem quatro disputando do PT”, afirmou, em referência aos candidatos do PSOL, PSTU e PSB.

    Sem promover comparações diretas com Marina, Lula defendeu o voto em Dilma afirmando que a presidente seria “a mais preparada para tomar conta deste país e enfrentar a crise econômica internacional”.

    Mas mirou nos tucanos, que vem criticando a deterioração do cenário econômico sob Dilma, ao afirmar que o partido não entende que inflação alta era em 1986, “quando chegava a 80% ao mês”.

    “É muito fácil controlar a inflação diminuindo o salário e aumentando o desemprego. O que é duro é você manter a inflação controlada, aumentando salário e gerando emprego como nós estamos fazendo. Por isso indiquei a Dilma em 2010”, disse Lula, repetindo argumentos de campanha de Dilma.

    “ESCOLA LULA”

    Mais direto em seu discurso, o governador da Bahia, Jaques Wagner (PT), reforçou a estratégia de polarização entre Dilma e Marina e afirmou que as duas “são alunas do Lula”, dando como certo um segundo turno entre as candidatas.

    “As duas candidatas do segundo turno são da escola Luiz Inácio Lula da Silva”, disse Wagner, para quem a candidatura de Aécio Neves (PSDB) “já era”.

    Por fim, defendeu o voto em Dilma reforçando o discurso de que ela é “mais preparada, tem mais equipe e mais conhecimento” para governar o país.

    Também participaram do comício o candidato a governador da Bahia, Rui Costa (PT), e o candidato ao Senado da coligação, Otto Alencar (PSD).

    Ambos estão em segundo lugar na corrida eleitoral majoritária na Bahia, segundo pesquisa Ibope divulgada no dia 26 de agosto.

    Lideram Paulo Souto (DEM) ao governo e Geddel Vieira Lima (PMDB) para o Senado.

    Publicado por jagostinho @ 13:51



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.