Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 02set

    VEJA/SAÚDE

    Carboidratos: Evitá-los pode ser chave para emagrecer

    Carboidratos: Evitá-los pode ser chave para emagrecer (Thinkstock/VEJA)

    Diminuir o consumo de pão, massa e arroz parece ser mais eficaz do que eliminar alimentos gordurosos da alimentação para perder peso.

    Ao menos é o que concluiu uma nova pesquisa que comparou os efeitos das duas dietas — a que restringe carboidratos e a que limita gordura — durante um ano. 

    O estudo, feito na Universidade de Tulane, nos Estados Unidos, foi publicado nesta segunda-feira no periódico Annals of Internal Medicine.

    Participaram da pesquisa 148 obesos de 22 a 75 anos. Parte dos voluntários foi submetida à dieta que restringe carboidratos: eles não deveriam consumir mais do que 40 gramas do nutriente por dia.

    O restante foi orientado a seguir a dieta com pouca gordura. Nesse grupo, a gordura deveria representar menos de 30% das calorias consumidas no dia. Nenhuma das dietas limitava o consumo total de calorias. 

    Resultados — Os voluntários foram avaliados três, seis e doze meses após o inicio do estudo.

    Nas três avaliações, os participantes que seguiram a dieta com pouco carboidrato haviam perdido mais peso do que os que cortaram a gordura.

    Após um ano de dieta, eles perderam, em média, 3,2 quilos a mais do que o outro grupo.

    Além disso, a pesquisa indicou que restringir carboidrato também parece ser a opção mais eficaz para proteger o coração.

    Isso porque, após um ano, as pessoas que seguiram essa dieta apresentaram uma maior redução dos níveis de colesterol e outras substâncias conhecidas por aumentar o risco de problemas cardiovasculares.

    Por outro lado, a dieta com baixo teor de gordura foi mais eficaz em reduzir medidas de forma mais rápida.

    Após três e seis meses do inicio da dieta, a circunferência abdominal dos participantes desse grupo diminuiu mais do que a daqueles que comeram menos carboidratos.

    No entanto, após um ano, não houve diferença significativa nesse sentido entre pessoas de cada uma das duas dietas.

    Publicado por jagostinho @ 19:05



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.