Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 16ago

    BEM PARANÁ/IVAN SANTOS

    Ratinho Jr diz que composição depende de consenso (foto: Franklin de Freitas)

     

    O deputado federal licenciado e secretário de Estado do Desenvolvimento Urbano, Ratinho Júnior (PSC), admitiu pela primeira vez, publicamente, interesse na sua indicação para concorrer à vice na chapa de reeleição do governador Beto Richa.

    Em entrevista à rádio Cultura, de Foz do Iguaçu, na quarta-feira, ele afirmou, porém, que essa composição dependeria da vontade do próprio governador e de um consenso dos demais partidos que devem compor a aliança em apoio a Richa. 

    “Pela lógica não é natural eu estar no Governo Beto Richa e não ser parte do plano político futuro. Mas, além de não conversarmos exatamente sobre esta questão, há outros bons nomes e, além disto, é preciso que haja consenso”, afirmou.

    Ratinho Júnior foi a grande surpresa da eleição para prefeito de Curitiba, quando o deputado chegou ao segundo turno, superando o ex-prefeito Luciano Ducci (PSB), aliado do governador.

    No segundo turno, acabou sendo derrotado por Gustavo Fruet (PDT), mas saiu da disputa com quase 40% dos votos na Capital.

    Logo depois, acabou aceitando convite de Richa para compor o governo e desde então vem sendo cogitado para a vaga de vice do tucano nas eleições de 2014. 

    Caso essa composição não se concretize, Ratinho Jr confirmou a intenção de se candidatar à Assembleia Legislativa, ao invés de concorrer à reeleição para a Câmara Federal.

    Nos bastidores, o comentário corrente é de que o objetivo do secretário é aproveitar o recall de votos da disputa passada para eleger uma bancada de pelo menos dez deputados na Assembleia, e assim, buscar a presidência do Legislativo estadual. 

    “Portanto, o que eu vejo hoje é a grande oportunidade que o governador do Paraná me deu ao fazer este convite, onde posso mostrar que sei administrar. E, como secretário da SEDU, eu posso colaborar com o desenvolvimento não só de Curitiba, mas dos 399 municípios do Paraná, dos pequenos, médios e grandes, como Foz, Cascavel, Londrina, Maringá e outros”.

    “Como deputado federal, e líder de bancada do meu partido que eu fui, tenho bom trânsito no Congresso Nacional e já busquei ajuda em Brasília para resolver algumas questões dos municípios, como o dos lixões. E eu tenho predisposição a fazer parte da Assembleia Legislativa porque me deixaria mais ligado aos municípios e ao Paraná”, explicou. 

    Publicado por jagostinho @ 12:28



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.