Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 12maio

    RADAR ON-LINE/LAURO JARDIM/VEJA.COM

     

    Milagre da multiplicação

    Nas mãos da Justiça

    O Tribunal de Justiça da Paraíba decide na terça-feira se um investidor que não resgatou um título de uma quantia equivalente a 15 000 dólares no antigo BMC, em 1985, terá que ser ressarcido em 500 milhões de dólares.

    O dinheiro ficou intocado no banco durante quinze anos e o valor foi multiplicado porque um enlouquecido perito judicial aplicou um cálculo de juros sobre juros. Na primeira instância, o investidor teve ganho de causa.

     

    Pelé nas telas

    Pelé na telona

    Um longa-metragem americano de ficção sobre Pelé será produzido no Rio de Janeiro em 2014.

    No projeto, que será anunciado nos próximos dias no Festival de Cannes, serão investidos 12,5 milhões de dólares — 8% deles bancados pela RioFilme, a distribuidora de cinema da prefeitura carioca.

     

    Cartão vermelho

    Nem Lula, que se importa menos do que Dilma com quem anda, quis a companhia de Marin

    Foi agitada a véspera da visita de Lula ao estádio Mané Garrincha, na quarta-feira. 

    José Maria Marin tentou de todas as maneiras participar do ato ao lado de Lula — como Dilma Rousseff não quer conversa com ele, nada melhor do que uma foto ao lado do ex-presidente.

    Marin, que tinha uma visita ao estádio agendada para às 9h, mandou dizer aos promotores do evento que iria às 11h, faria a inspeção e esperaria Lula, que chegaria às 13h30.

    O presidente da CBF só não contava com o cartão vermelho que tomou: quando soube, Lula avisou ao governador Agnelo Queiroz que não queria a sua companhia.

    O recado foi dado por Claudio Monteiro, braço-direito de Agnelo.

    Marin não se conformou. Insistiu durante horas. Mas não houve jeito.

    No final das contas, nem foi a Brasília.

     

    Sua vez

    Alguém se habilita

    Depois de Eduardo Campos, o prefeito de Macapá, Clécio Luís, vai sancionar uma lei na segunda-feira destinando os recursos dos royalties do petróleo para a educação municipal.

    Aliado de Clécio, Randolfe Rodrigues provoca:

    – Queremos saber quando os governadores e prefeitos do PT e do PMDB farão o mesmo, como desejaria Dilma (Rousseff). Até agora, o exemplo só está vindo de fora.

     

     

    Publicado por jagostinho @ 11:46



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.