Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 06maio

    maltrapilho

    O curitibano, para quem não o conhece de todo, parece um cidadão arredio e desconfiado. Pode até ser.

    Mas, o tempo de convivência e conhecimento mostra que a impressão é passageira e que não existe vizinho e amigo melhor que o curitibano.

    Solidário, amigo dos amigos, acolhedor, o curitibano reconhece, de longe, quem é sangue bom. Está em seu DNA.

    E se tem algo que mais cause orgulho aos homens e mulheres deste pedaço de chão do nosso Brasil, é a sua cidade, Curitiba.

    Ao falar dela, o peita infla, os olhos brilham, o coração palpita e os sentimentos de uma paixão irrefreável tomam conta dos aqui nascidos ou generosamente acolhidos. 

    Sou um piá curitibano, que na infância adorava um dolé da sorveteria dos Milek, soltava raia, jogava betes, bolinha de búrico, era o campeão de figurinha no bafo e colecionava papel das balas Zequinha.

    Por isso, sei o quanto o curitibano ama sua cidade. Aqui nasci e daqui nunca saí. Nunca passou pela minha farta imaginação existir um lugar melhor para se viver.

    Claro que Curitiba cresceu e os seus problemas também. Mas, tivemos muita sorte com os nossos prefeitos.

    Nunca perfeitos, mas cada qual à sua maneira, com erros e acertos, contribuiu para que Curitiba se tornasse referência internacional.

    Porém, desde o dia 1º de Janeiro deste ano, quando o prefeito escolhido pela maioria dos moradores desta cidade, Gustavo Fruet, assumiu a Prefeitura, percebe-se, nitidamente, um desconforto com suas atitudes e declarações.

    Ouvindo o prefeito, tem-se a impressão que moramos num vilarejo distante. Que somos uns maltrapilhos !

    Que vivemos numa localidade pobre, sem brilho, sem vitalidade, sem nada. É uma imagem assustadora. Em resumo, terra arrasada.

    Só reclama e choraminga. Assusta-nos com uma dívida de 448 milhões de reais, que acusa ter sido deixada pendurada pelo seu antecessor. 

    Será que, por acaso, ele imaginava que o prefeito anterior iria deixar em caixa um bilhão de reais. Será?

    Estamos falidos, então?  Mas, como? O orçamento anual de Curitiba não é de 5 a 6 bilhões de reais ?

    Ele mesmo, dia destes, solicitou suplementos de verbas para Câmara Municipal e seu pedido não foi atendido?

    Claro que foi ! E se foi, é porque há dinheiro.

    Estas filigranas contábeis, que herdamos dos descobridores portugueses, com diferentes nomes tais como, rubrica, empenho, carimbo e etc, etc, são inaceitáveis para quem se apresentou na campanha como “o inovador”.

    O prefeito Gustavo Fruet não tem o direito de nos envergonhar perante o Brasil. Não estamos quebrados e, muito menos, pisando em terra arrasada.

    Menos, alcaide, menos. Se existe algo errado nas contas anteriores, que se puna, se houver culpados.

    Mas, não nos constranja, com tanta choradeira, eivada de retórica, teoria, palavreado acadêmico, audiências públicas inúteis e as tais comissões.

    Chega de desculpas e respostas repetitivas, mecânicas e difusas.

    Dê um basta na inércia, na paralisia que assola o início de sua gestão. 

    Cumpra as promessas, pois algumas delas nem de dinheiro se precisa para executá-las. E mesmo assim não são honradas.

    Não deixe o poder anestesiar você e tantos de sua equipe.

    O povo já exauriu sua paciência com políticos dissimulados, hipócritas, rançosos, fugidios e com nesgas de demagogia.

    Enfim, use de criatividade e aproveite esta sua, muito comentada, fama de “chorão” e utilize-a a seu favor.

    Como ?  Simples. Utilize uma parte das Ruínas do São Francisco transformando-a em “A Mureta das Lamúrias”.

    Com certeza, seria mais uma grande atração turística da Capital do Paraná.

    Decrete que, tão somente naquele local, serão permitidos choros e lamentações.

    Promulgue, também, que só lá haverá perdão para os que descumprem promessas.

    Cobre ingresso e, quem sabe, a dívida de nossa cidade logo seja abatida. 

    Prefeito Gustavo Fruet, até hoje, 06 de Maio, já são 8.63 % de sua gestão. 

    O tempo urge.

    E rugem os brios de tantos curitibanos.

    Ao trabalho !

     



    Publicado por jagostinho @ 08:28



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

14 Respostas

WP_Cloudy
  • Felipe Anchiorch Disse:

    Poxa Jota. Você mudou de lado, tão rápido assim?

  • Helio Disse:

    Caro blogueiro Jota Agostinho, em nenhuma hipótese admito que o senhor fale mal do nosso querido e competente prefeito Gustavo ;Fruet. O senhor não sabe o quanto ele suou em sua atividade laboral para aumentar a passagem de domingo de R$ 1 para R$ 1,50. Depois disso, ele não fez mais nada. Kkkkkkkkk…..

  • Mas que coisa Disse:

    Que tal o Sr agendar uma “entrevista bruta” com o prefeito? Ai quem sabe o Sr descubra o que está acontecendo efetivamente, e para de escrever baboseiras neste seu blog vendido.

  • Mas que coisa Disse:

    Editorial bancado pelo Governo do Estado. Ou só puxa o saco do Beto claro. ou fala mal do PT e do Prefeito de Curitiba.

  • jagostinho Disse:

    Engano seu. Ninguém compra minhas opiniões. E mais: não me escondo no covarde anonimato. Quer dizer, “pretenso” anonimato.

  • Gustavo Fruet, um prefeito que constrange muitos curitibanos, diz Jota Agostinho | Boca Maldita Disse:

    […] do Blog do Jota […]

  • Jacob Mazalotti Cardoso Disse:

    Prezado Jota agostinho, para quem o conhece como analísta Político Sério e Competente, entendemos suas palavras como uma crítica (irônica)aos últimos prefeitos de nossa capital paranaense(Jaime Lerner e Cassio Taneguchi),e de ambos por 2 mandatos, pertences ao PSDB e DEM(do DEMótenes)e outros partidos “nanicos”. E depois Beto (boy F-1), por 2 anos, tendo registrado em cartório q governaria nossa capital curitibana por 4 anos…Mas empolgou-se, c/o seguinte Slogam”: “FICA BETO”!(e o Beto não FICOU!E infelizmente foi eleito governador do Estado do Paraná deixando em lugar o pediatra Luciano Ducci(o Líder(?), que pensou em se eleger…Mas deu no que deu: Ducci que contava com apoio do BETO “dançou”, e GUSTAVO FRUET FELIZMENTE, hoje é NOSSO PREFEITO…!

  • Gilmar Disse:

    Pra mim, esse discurso esta parecendo dor de cotovelo…

  • jose domingos dos santos Disse:

    JOTA COMO VOCE SABE MUITO BEM QUEM COMEÇOU A INDIVIDAR CURITIBA FOI O PERIGOSO LERNER E SOBROU TUDO NO GOVERNO LUCIANO DUCCI AONDE ATÉ PARACETAMOL FALTOU NAS UNIDADES DE SAUDE, O PREFEITO GUSTAVO FRUET ESTA MOSTRANDO A VERDADEIRA CURITIBA E NÃO A TÃO FALADA CIDADE DE PRIMEIRO MUNDO QUE NUNCA EXISTIU, UMA CIDADE QUE INCHOU COM MUITA GENTE DE OUTROS ESTADO DEVIDO A PROPAGANDA ENGANOSA E TODOS NÓS ESTAMOS PAGANDO UM PREÇO CARISSÍMO E VEM COISA PIOR POR AI DEIXA 2015 CHEGAR.
    FORTE ABRAÇO, MEU AMIGO!

  • Jose Carlos Sucupira Disse:

    Caro Jota: Longe de mim descconfiar de sua seriedade e sua magistral forma de crônica política, porém permita me discordar do nobre colega.O Prefeito não recebeu uma administração com transparência em relação as Finanças e operações de seu antecessor. No Congresso Nacional de Ciências Políticas fatos como esse relatado acima foram alvo de debates intermináveis. Algumas sugestões para Reforma Política também sairam em forma de Documento para encaminhar ao Congresso Nacional, tais quai; não aparelhamento do Estado, onde o Governante só escala o primeiro e segundo escalão, evidente que paralelamente com cursos de gestão pública para os funcionários concursados. Nesse sentido nosso Prefeito tem sido bem avaliado, claro que com pequenas ressalvas, naturais a quem quer imprimir uma gestão inovadora. Outro debate foi feito acerca da famigerada transição, óbvio se faz que por efeito de lei o eleito tenha de fato condições de nomear sem remuneração uma espécie de Governo paralelo, para que quando assuma todas as informações estejam a disposição da população. Com isso trava sem a possibilidade de
    responsabilizar antecessor ou vice versa. Parea não me alongar e com toda boa fé que um carioca filho de Curitibana pode ter creio que muitas coisas estão acontecendo em diversas áreas, como Cultura ,Turismo, Ação Social, Secretaria de políticas para Mulher, Trabalho enfim em diversas áreas. Ha q

  • Jose Carlos Sucupira Disse:

    Ha que se dar tempo ao gestor para que arrume a casa, isso não significa paralizia porém executar projetos sem verba e jogar a dívida para frente ou pagar por obras e serviços não executados ou mal executados seria fácil e cômodo para qualquer desse políticos irresponsáveis que vemos Brasil a fora.
    Exemplo disso é a postura do Prefeito que até em seu Partido tem recebido inúmeras pressões e atos pouco cívicos para nomeações a rodo(não roldo). Tem definido agendas positivas, vide as Audiências Públicas. Não ha o que temer, em breve os que não acreditam na eficiência e firmesa de Gustavo Fruet vão se surpreender. Falo isso olhando o rótulo de fora da garrafa, pois como sabes profissionalmente fui coordenador político da Campanha de Rafael Greca no primeiro turno. Querer ganhar campeonato de excelente gestão sem terminar sequer o primeiro semestre seria algo absurdo, primeiro montar o time, depois dar o tom do estilo a ser imposto, e pára complementar o entrosamento necessário para que o time tenha seu estilo próprio, num time de futebol por vezes demora se um ano em média. Portanto não creio que o Curitibano esteja envergonhado, pelo menos particulamente eu não me sentri assim no Congresso de Ciências Políticas, existemn problemas enormes em outras metrópólis e necessário ter menos saudosismo e perceber que Curitiba cresceu e muito, por isso acho que esse princípio de gestão tem sido notável por se preocupar com as questões macro da cidade. Paciência não significa inércia ou indignação até porque basta ter um olhar mais moderno para ver que Curitiba avança no sentido de estar se preparando com seriedade para um novo tempo.
    Saudações Cordiais
    José Carlos Sucupira ( Jornalista e Cientista Político)

  • Marilisa Lima Disse:

    Quem te viu, quem te vê. Que maldades por despeito… pobreza de espírito.

  • jagostinho Disse:

    Fiquei na dúvida: “quem te viu, quem te vê” refere-se ao Prefeito de Curitiba,que foi algoz do PT e depois se abraçou a ele? E, dentro do seu anonimato vc se julga acima do bem e do mal e a rainha da cocada preta. Não há maldade e nem pobreza de espírito, pois escrevo o que acho e não me escondo nas sombras, de forma covarde e ridícula. Mais uns dias, e meio ano terá se passado sem que o prefeito tenha mostrado a que veio.
    Logo, logo vc vai conhecer melhor o seu alcaide e seus áulicos. O tempo é o senhor da razão.
    Saúde e paz e adeus!
    Jota Agostinho

  • Antonio Disse:

    Bom dia Jota, parabéns pelo comentário! O que ouvimos hoje é muita falacia, demagogia, na eleição se promete de tudo, até parece que vai ser resolvido todos os problemas. A grande verdade! O sistema está falido, a fonte está se esgotando, vimos no passado grandes impérios acabarem e hoje não é diferente do passado. Fica aqui uma pergunta, porque tantas secretarias e cargos comissionados? Um abraço e bom domingo.

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.