Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 24mar

    Grupo de K-pop Girls Generation: as meninas terão de aumentar o comprimento do vestido depois do início da vigência da lei de superexposição na Coreia do Sul

    Grupo de K-pop Girls Generation: as meninas terão de aumentar o comprimento do vestido depois do início da vigência da lei de superexposição na Coreia do Sul (Chris McGrath/Getty Images)

    As cantoras de K-pop, subgênero do pop criado na Coreia do Sul, terão de renovar seu guarda-roupa depois da aprovação de uma lei de superexposição pelo governo de Seul.

    O decreto, aprovado pelo novo governo da presidente Park Geun-hye no início deste mês, começará a valer nesta sexta-feira e prevê multa de 50.000 won (90 reais) para as pessoas consideradas superexpostas em público.

    Membros da oposição questionaram a interferência do estado no modo de se vestir dos cidadãos e alegaram violação da liberdade de expressão.

    “O governo de Park Geun-hye nos dá motivo para preocupação de que estamos voltando para a era quando o comprimento do cabelo e da saia era regulado”, disse um membro do partido União Democrática.

    A lei foi comparada com restrições similares impostas nas décadas de 1960 e 1970, durante o governo de Park Chung-hee, pai da atual presidente, informou a rede CNN.

    Na época, as saias que terminavam 20 centímetros ou mais acima do joelho eram proibidas na Coreia do Sul. 

    No país, a moda de roupas curtas invadiu as ruas de Seul e outras grandes cidades sul-coreanas, principalmente depois do estouro do K-pop, liderado por boy e girlbands que apostam em roupas justas e curtas para atrair o público.

    As mulheres trocaram as calças e saias longas por leggings, micro shorts e minissaias. Muitos videoclipes, inclusive, foram classificados como proibidos para menores de 19 anos.

    No final do ano passado, o estilo musical foi impulsionado mundialmente com o single Gangnam Style, do rapper sul-coreano PSY.

    Além de opositores ao governo, personalidades do país também reagiram contra a medida.

    “A multa por superexposição é real? Estou perdida”, postou a cantora e atriz Lee Hyori, mais famosa sex symbol do país, em seu perfil no Twitter.

    A cantora Nancy Lang publicou uma foto segurando notas no valor da multa próximo ao seu decote.

    A polícia sul-coreana se defendeu das críticas e declarou que a multa por superexposição não tem a ver com o tamanho da saia ou outras roupas que deixam partes do corpo à mostra.

    “Essa medida é para casos como nudez e indecência pública”, disse o inspetor Ko Jun-ho, da Agência Nacional de polícia.

    “Qualquer comentário de que estamos regulando o que as pessoas vestem é completamente falso”. 

     

     

     

    Publicado por jagostinho @ 18:53



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.