Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 31dez

    ITODAS/CORPO E DIETA

    exercicioNão param de surgir os mais novos e variados – às vezes até loucos – tipos de dietas que prometem secar as gordurinhas e fazer com que mulheres e homens percam medidas.

    É preciso muito esforço e determinação para a conquista de resultados satisfatórios em uma dieta, mas você sabia que o fato de conseguir está diretamente relacionado ao seu tipo sanguíneo?

    Pois é, e quem explica sobre isso é a Dra. Emília Pinheiro, terapeuta ortomolecular, especialista em dieta do tipo sanguíneo e diretora da clínica ortomolecular e day spa Spasso Urbano, em Maringá, no Paraná.

    De acordo com ela, a influência do grupo sanguíneo sobre a alimentação determina o comportamento bioquímico e fisiológico ao ingerir alimentos benéficos, neutros ou nocivos, e também em outros aspecros da vida, trazendo um melhor equilíbrio emocional e dando maior disposição para a sua saúde, ao combate de doenças e até do envelhecimento precoce.

    “Respeitando sua individualidade biológica, você sentirá diminuírem, quase de imediato, a maioria das alergias alimentares, já que ingerindo os alimentos quimicamente ajustados ao seu sangue estes têm a capacidade de neutralizar muitas de suas reações bioquímicas responsáveis pelos efeitos tóxicos registrados em seu sistema imunológico”, explica.

    A Dra. Emília conta que cada tipo sanguíneo (O, A, B e AB) possui seus próprios desativadores.

    “Seguindo o mais fielmente possível suas diretrizes, não só na parte alimentar, como se adequando a um novo estilo de vida, você irá perceber que, além de poder vencer a batalha contra os quilos supérfluos, irá recuperar muito mais rapidamente o vigor físico, o bom humor e sua saúde, de uma forma geral”, afirma.

    O stress também está totalmente relacionado ao tipo de sangue. Abaixo a Dra. Emília explica como deve ser a prática de exercícios e o controle do stress de cada tipo sanguíneo.

    Tipo sanguíneo “O”

    A Dra. Emília comenta que as pessoas com esse tipo sanguíneo precisam ser bastante objetivas quanto a escolher as atividades físicas mais adequadas à manutenção de sua saúde emocional.

    “O impacto ao stress neles é direto e físico e um programa de exercícios regulares e intensos, adequados à sua genética individual, irá aumentar sua disposição, melhorar – e muito – sua autoestima, além de ajudar no controle do peso”, conta.

    Ela recomenda que eles façam “aeróbica, corrida, natação, levantamento de pesos, musculação, esteira, ciclismo, step são os exercícios que atuam como válvula de segurança para essas pessoas bastante reativas, que se caracterizam por ser tudo ou nada”.

    A Dra. Emília ainda reforça que para os resultados serem satisfatórios é necessária uma atenção especial à duração das sessões, que devem ser feitas cerca de quatro vezes por semana.

    Tipo sanguíneo “A”

    Com grande facilidade em entrar no stress e dificuldade em se recuperar dele, pessoas desse tipo sanguíneo tendem a ter seus anticorpos protetores enfraquecidos quando estão com o stress em nível máximo.

    Por isso, a Dra. Emília diz ser altamente recomendado a esse tipo sanguíneo adotar técnicas de relaxamento como válvula de escape.

    “Meditação, tai chi chuan e hatha yoga ajudam na concentração e acalmam, funcionando com medicamentos contra o stress”, afirma.

    A especialista diz que pessoas desse tipo sanguíneo precisam ficar longe dos exercícios de forte impacto. “Isso porque eles exaurem sua energia nervosa, deixando-os ainda mais tensos e enfraquecendo seu sistema imunológico”, alerta.

    Portanto, segundo a Dra. Emília, outras atividades benéficas são “a caminhada rápida, natação, danças de salão, aeróbica de baixo impacto, exercícios de alongamento e golfe.

    Para conseguirem benefícios em suas atividades físicas, é importante observar o tempo e duração dos mesmos, não devendo ultrapassar mais do que quatro vezes semanais”.

    Tipo sanguíneo “B”

    Esses são muito mais equilibrados quando se fala de stress e comparado com a velocidade mental nervosa dos tipos “A”.

    Segundo a Dra. Emília, biologicamente a característica das pessoas desse tipo sanguíneo é, sem dúvida, serem mais flexíveis que os outros tipos.

    Isso se traduz em um melhor desempenho na saúde e em serem menos sujeitas a doenças.

    “Também nas atividades físicas o equilíbrio é sua marca registrada. Os exercícios que melhor condicionam sua saúde emocional não devem ser muito intensos, nem voltados somente ao relaxamento. Assim, o programa semanal mais eficaz para o tipo B deve incluir três dias de atividades físicas mais intensas – aeróbica, tênis, artes marciais, ciclismo, natação, musculação, golfe, caminhada rápida e dois dias de um bom programa de relaxamento ou meditação”, indica.

    Tipo sanguíneo “AB”

    Pessoas com esse tipo sanguíneo possuem forte capacidade de reverter os efeitos negativos gerados em função do stress.

    “Por essa razão, com demandas de stress superiores à sua capacidade de suporte, seu sistema imunitário torna-se frágil, acarretando-lhes alguns tipo de doenças, especialmente aquelas cujo tipo sanguíneo é mais predisposto”, explica.

    A especialista recomenda a prática de meditação, tai chi chuan e hatha yoga para promover uma sensação mental de bem-estar e lhes trazer concentração.

    “Exercícios intensos e competitivos irão exaurir sua energia nervosa, deixando-os ainda mais tensos e irritados. Os mais indicados são a dança, aeróbica de baixo impacto, caminhadas, alongamento, golfe, natação, ciclismo e aikido. A duração das sessões é primordial para ajudá-los a recuperar do stress, sendo indicadas uma ou mais dessas atividades físicas, três a quatro vezes semanais”, afirma.

     



    Publicado por jagostinho @ 15:17



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.