Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 21dez

    FOLHA.COM

    A presidente Dilma Rousseff almoçou nesta sexta-feira (21) com o ex-presidente Lula, na sede do instituto que leva o nome do petista, em São Paulo. Ela viajou à capital paulista para participar da festa de Natal promovida por moradores de rua e associações de catadores de material reciclável.

    O almoço com Lula não foi divulgado na agenda oficial de Dilma, mas foi “entregue” por Anderson Miranda, presidente do Movimento Nacional da População de Rua, durante o evento de Natal, na quadra do Sindicato dos Bancários, no centro.

    Após puxar um grito de “Olê, olê olê, olá, Lula, Lula”, Miranda ofereceu a Dilma duas camisetas de sua entidade. Disse que ela deveria dar uma ao ex-presidente, porque ela iria almoçar com ele.

    Lula, que participou do Natal dos catadores durante seus dois mandatos no Planalto, não foi ao evento deste ano, apesar de ter sido convidado.

    Jorge Araújo/Folhapress
    Presidente Dilma Rousseff durante celebraçao dos catadores de material reciclado na sede do Sindicato dos Bancarios em São Paulo
    Dilma Rousseff durante celebração de natal dos catadores de material reciclado em São Paulo

     

    Dilma assistiu a um desfile de roupas feita com material reciclado e à apresentação de um auto de Natal. Em um discurso de 26 minutos, ela disse que vai se empenhar para diminuir a violência contra moradores de rua.

    Antes, havia sido exibido um vídeo com imagens de agressões cometidas por agentes públicos.

    Uma delas mostrava um agente da Guarda Civil Metropolitana jogando spray de pimenta em um homem que dormia em uma calçada.

    “Não é concebível que se jogue spray de pimenta no rosto de um catador”, disse Dilma. “Não é admissível que um país que hoje é respeitado no mundo dê esse tratamento à população de rua.”

    Dilma pediu que a sociedade, incluindo todas as igrejas (“católica, evangélica e espírita”) se mobilize para combater a impunidade.

    Anderson Miranda criticou iniciativas de internação compulsória de viciados em crack. Ele reivindicou a suspensão imediata dessa medida, mas afirmou que o governo federal não adota essa política, atribuindo a prática a prefeituras e governos estaduais.

    Ao discursar sobre os pleitos dos moradores de rua, Dilma afirmou que o Ministério da Saúde instalará 144 novos consultórios de rua no país em 2013, e que a pasta do Desenvolvimento Social irá criar 600 centros de acolhimento.



    Publicado por jagostinho @ 16:31



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.