Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 12dez

    UOL / FUTEBOL

    Guerrero comemora com Emerson o gol da vitória

    O Corinthians entrou como favorito o duelo contra o Al Ahly, mas levou sufoco do campeão africano nesta quarta no Toyota Stadium.

    A equipe paulista não foi brilhante, jogou recuada e venceu por 1 a 0, assegurando presença na final do Mundial de Clubes. Guerrero marcou o gol da vitória

    Agora o time de Tite está a uma vitória do bicampeonato.

    Chelsea e Monterrey fazem na quinta-feira a outra semifinal.

    A decisão do título acontece no domingo, às 16h30, em Yokohama.

    A prometida invasão da torcida do Corinthians em Toyota não ocorreu da forma como muitos esperavam.

    O estádio não estava lotado, com 31 mil espectadores.

    E a neve, que caiu em jogo das quartas da competição, dessa vez não apareceu. A temperatura foi de 4°C.

    Logo nos primeiros minutos de jogo já se percebeu um Corinthians com total controle de bola.

    Os jogadores trocavam passes, mas sem conseguir se infiltrar na defesa, enquanto o time egípcio se resguardava na defesa.

    O primeiro chute a gol aconteceu aos 9 min, com Douglas.

    Apesar do amplo controle de bola, o Corinthians não tinha pressa de se aventurar no ataque com vários jogadores e ficava travado no meio-campo.

    Sem a bola, o Al Ahly deixava os 11 atletas em seu campo, tentando um contragolpe no 1º tempo.

    Formava-se uma muralha com cinco jogadores na defesa do Al Ahly.

    A saída foi explorar a bola parada. E o gol corintiano surgiu de uma cobrança de escanteio. Douglas levantou para a área e Guerrero escorou: 1 a 0, aos 29 min da etapa inicial.

    Cássio foi um mero espectador no primeiro tempo. O Al Ahly ameaçava basicamente em cruzamentos à área em faltas ou escanteios.

    A vantagem de 1 a 0 ainda deixava o time corintiano preso, se precavendo de possíveis ataques rivais.

    Paulinho evitava jogadas de infiltração no começo do 2º tempo.

    Timidamente o Al Ahly foi saindo para o jogo no segundo tempo. Rabia arriscou de longa distância, assustando Cássio.

    O time egípcio passou a ter as melhores chances.

    Tite notou a queda de rendimento do time e chamou Romarinho, que entrou em campo aos 30 min da etapa final.

    Quem saiu foi Emerson, apagado no jogo.

    Pouco depois Jorge Henrique substituiu Douglas. Assim como no primeiro tempo, o time paulista atacou muito pouco.

    Da forma como o Corinthians recuou, o 1 a 0 era goleada. O time esperou o apito final para enfim respirar aliviado.



    Publicado por jagostinho @ 10:36



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.