Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 06dez

    [email protected]

    Verri:- “Governador tem que acordar cedo e trabalhar

    O deputado Enio Verri (PT) disse nesta quarta-feira (5) na Assembleia Legislativa que o governo estadual deve parar de procurar desculpas pela lentidão e ineficiência do governo nos dois primeiros anos e começar a mostrar serviço.

    O parlamentar apresentou números que mostram o aumento ou manutenção dos repasses federais para o Paraná em 2012.

    Ele também fez a defesa da atuação da ministra-chefe da Casa Civil Gleisi Hoffmann e dos demais ministros paranaenses em defesa dos interesses do Estado e cobrou publicamente o governador Beto Richa (PSDB).

    “O Paraná é capaz, o povo do Paraná é capaz. Mas o governador não tem sido capaz de cumprir o que é necessário para fazer o Estado se desenvolver ainda mais. Um governo que até agora não fez nada e não disse a que veio, também não irá fazer nos próximos dois anos. Quem perde é o Paraná”, afirmou Verri.

    Segundo o parlamentar, o governador ainda não mostrou capacidade para apresentar e liderar a aplicação de recursos federais. Para ele, esta realidade não pode ser escondida da população paranaense.

    “O Paraná tem recursos à disposição no governo federal, mas não tem um governador que apresente e tire os projetos do papel. Os ministros paranaenses estão e sempre estiveram prontos para o diálogo. Ele estão lutando com êxito na partilha das obras federais. Esta é a realidade. Nestes dois anos, o governador Beto Richa não apresentou nenhum projeto de infraestrutura para o governo federal”, argumentou.

    De acordo com Verri, no acumulado dos 11 primeiros meses deste ano, o governo federal transferiu cerca de R$ 9 bilhões para investimentos em infraestrutura e programas sociais no Estado.

    Somente para infraestrutura e outros setores da economia foram R$ 4,12 bilhões entre janeiro e novembro, valor superior ao destinado em 2011.

    Para saúde, o governo federal transferiu neste ano R$ 2,529 bilhões, sendo que em todo o ano passado este valor foi de R$ 2,814 bilhões.

    Já em educação, os recursos somam R$ 541 milhões, sendo que em 2011 o investimento total foi de R$ 626 milhões.

    “O governo federal manteve todos os investimentos no Paraná, mas o governador não tem sido capaz de cumprir o que é necessário. O governo não está à altura das suas responsabilidades”, decretou Verri.

    Até o final deste ano os municípios paranaenses ainda terão recebido do governo federal em recursos do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) um total de R$ 4,1 bilhões, de acordo com a Secretaria do Terouso Nacional (STN).

    O valor é R$ 552 milhões superior ao mesmo período de 2011 e R$ 2,510 bilhões maior do que todo o ano de 2010.

    PAC – Verri disse que o PAC 2 aumentou os investimentos federais no Paraná. Entre 2011 e 2012, o programa repassou R$ 18 bilhões para obras de infraestrutura, transporte, habitação,  saúde, entre outros.

    Até novembro, foram concluídas 99 mil moradias por meio do programa Minha Casa, Minha Vida 1 e 2 no Paraná. Além disso, outras 139 mil unidades já foram contratadas, 48 mil estão em fase de análise e outras 30 mil já estã em fase de construção.

    O Estado dispõe de R$ 137 milhões em recursos para reforma, ampliação e construção de novas Unidades Básicas de Saúde (UBSs).

    O governo federal é responsável pela construção de 216 novas unidades, 406 reformas e 400 ampliações, num total de 1022 empreendimentos no Paraná.

    O governo Dilma ainda é responsável pela destinação de R$ 90 milhões para a construção de 40 Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) em todo o Estado. Atualmente, são 18 unidades em funcionamento.

    O deputado lembrou ainda que o PAC 2 também prevê a construção de 322 novas creches no Paraná, sendo que 210 já foram aprovadas, com investimento de R$ 251 milhões.

    “Apesar de todos os recursos disponíveis, nenhum pequeno município do Paraná selecionado para o PAC 2 está recebendo as obras de saneamento porque a licitação depende do Governo do Estado. O governador tem de acordar cedo e trabalhar. Ou a gente vai à luta e trabalha para cumprir nossos sonhos e compromissos ou fica encolhido procurando desculpas e culpados”, finalizou.



    Publicado por jagostinho @ 13:06



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

Uma resposta

WP_Cloudy

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.