Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 03dez

    VEJA.COM

    Na temporada de Festas, multiplicam-se golpes disfarçados de promoção e mensagens natalinas. Saiba quais as ações mais comuns e como escapar delas

    1. Sorteios de produtos caros

    Durante as Festas, os criminosos virtuais costumam divulgar sorteios falsos com o intuito de adquirir os dados pessoais e bancários dos desavisados.

    Esses golpes chegam geralmente via e-mail ou redes sociais e sempre oferecem links que apotam para sites maliciosos, cujo objetivo é disseminar vírus ou simplesmente furtar as informações.

    A regra número um é: nunca clique em links suspeitos. São considerados seguros os endereços sabidamente idôneos e aqueles que foram repassados a você por pessoas de sua inteira confiança.

     

    2. Promoções falsas

    Aproveitando-se do ímpeto do consumidor na temporada de compras de Natal, os criminosos costumam desenvolver sites com promoções muito atraentes… boas demais para serem verdadeiras.

    Lembre-se de que nenhuma empresa vai fazer uma promoção de iPads com desconto de 50% durante o período que antecede o Natal.

    Por isso, é preciso conter o impulso de ceder à promoção suspeita. O objetivo dessas fraudes é coletar dados como nomes, telefones e números de cartões de crédito e CPF dos usuários.

     

    3. Recadastro em lojas virtuais

    O golpe do recadastro geralmente chega através de um e-mail, que pede a atualização dos dados do cliente. Essas mensagens são atribuídas a companhias renomadas do comércio eletrônico e sempre pedem informações como nome, CPF, endereço completo e telefone.

    As mais ousadas chegam a incluir campos como conta bancária, senha de banco e até número de cartão de crédito. Se você precisa alterar os seus dados em algum site, visite-o diretamente.

     

    4. Cobrança indevida

    Os e-mails de cobrança indevida são criados para assustar as pessoas e forçá-las a tomar uma decisão rápida. E errada.

    As mensagens geralmente indicam um débito contraído a partir de uma compra on-line de alto valor, que, na verdade, nunca foi realizada.

    Na pressa de se ver livre da cobrança, a vítima acaba clicando em links perigosos e digitando suas informações em sites falsos.

     

    5. Cartões animados virtuais

    Os cartões virtuais falsos são uma ameaça clássica do Natal. Nos primórdios da internet, eles encantaram os usuários de então, oferecendo pequenas animações.

    Hoje, contudo, estão mais perto das ameaças. Isso porque os arquivos que prometem carregar imagens e mensagens natalinas muitas vezes levam o usuário a sites contaminados com diversas pragas virtuais.

     



    Publicado por jagostinho @ 11:17



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.