Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 04nov

    CELSO NASCIMENTO/GAZETA DO POVO

    O PSDB, partido do governador do estado, passou a sofrer de grave problema de raquitismo. Não disputou eleições nas maiores cidades e a ele restaram as prefeituras de apenas 76 pequenos municípios do estado.

    O PMDB, outro partido que já teve grande expressão no Paraná, também encolheu significativamente. Já o PT, legenda do governo federal, só obteve êxito relativo ao pendurar em Gustavo Fruet (PDT) a candidatura da vice.

    No mais, ficou fora também dos maiores colégios eleitorais paranaenses. Outros partidos tiveram êxitos importantes, mas foram casos isolados, o que não lhes retira a condição de serem pouco expressivos.

    A análise é do senador Alvaro Dias, líder do PSDB no Senado Federal e membro da executiva nacional da sigla.

    “Do ponto de vista partidário, o Paraná virou terra de ninguém. Aqui, o governador não consegue liderar o processo político, e o PT, apesar da força federal, continua sendo eleitoralmente muito fraco”, afirma Alvaro.

    O senador observa que o PT saiu derrotado nos maiores colégios eleitorais em que disputou diretamente as prefeituras neste ano, como ocorreu em Ponta Grossa, Maringá e Londrina – “municípios que já tiveram prefeitos petistas”, ressalta.

    Em Cascavel, chegou também ao segundo turno, mas terminou igualmente derrotado. Para Alvaro, afora a conquista de municípios pequenos, o Partido dos Trabalhadores só obteve relativo sucesso em Curitiba, onde emplacou a posição de vice de Gustavo Fruet.

    Entretanto, nem mesmo esse fato deve ser contabilizado na conta dos êxitos petistas, pois, segundo o senador, “o PT mais atrapalhou o Gustavo do que ajudou”.

    “Em razão da rejeição dos eleitores ao PT, com o qual teve de se aliar, Gustavo esteve à beira da derrota já no primeiro turno”, diz Alvaro.

    Para o senador, a vitória final de Fruet se deve exclusivamente a dois fatores: “Primeiro, ao erro político de Beto Richa, que o alijou do PSDB para lançar em seu lugar um candidato fraco, de outro partido. E, segundo, graças aos méritos pessoais do próprio Gustavo, que somam qualidades como experiência, competência e seriedade”.

    O eleitor curitibano, raciocina Alvaro, percebeu que ele era o melhor candidato e votou nele “apesar do PT”.

    Na sua opinião, a eleição de Gustavo simboliza bem o fato de o eleitor se ligar muito mais à pessoa do candidato do que aos partidos.

    Mas lembra que há outro caso emblemático: “Londrina, a segunda cidade mais importante do Paraná, elegeu Alexandre Kireeff, do PSD, partido novo e pequeno, que lançou apenas oito candidatos a vereador e não elegeu nenhum. Este é um fato revelador da falência dos partidos”.

    Alvaro observa que não há mais no Paraná, como ocorre em outros estados, situações de polarização entre as maiores forças políticas.

    Ele explica: “O PMDB está enfraquecido, sem identidade e mais fisiológico do que nunca; o PSDB está neste processo de derretimento provocado pelo governador; e o PT sofre com a rejeição a seus mensaleiros. O resto são alianças oportunistas e fisiológicas, incapazes de conquistar o respeito popular”.

    Publicado por jagostinho @ 14:01



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

Uma resposta

WP_Cloudy
  • Julio Cezar Cruzeta Disse:

    Pois é, o tucano só esqueceu de ponderar que o PT chegou ao segundo turno em boa parte dos grandes municípios do interior, que o partido teve uma das maiores votações de sua história no Estado, e, por último mas não menos importante, foi em grande parte graças a militância PETISTA que Fruet se elegeu prefeito de Curitiba (“jóia da coroa”). E isso, quem diz é o próprio Gustavo, pois sem a estrutura do PT e a garra de sua militância, não teria ido sequer ao segundo turno;

    Só mesmo um político reacionário como “Álvaro Cavalaria da PM contra professores Dias” pra dizer tanta tolice;

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.