Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 16mar

    JORNALE

    Paralisação está suspensa até o dia 21


    Os professores da rede municipal de ensino de Curitiba devem retornar às atividades normais na sexta-feira (16).

    Até o dia 21, a categoria irá permanecer em estado de greve, quando a prefeitura deverá apresentar uma proposta para incorporar ao salário dos professores os valores referentes ao Programa de Produtividade e Qualidade.

    A categoria é contra a implantação desse programa pois alega que a avaliação, que seria feita pelas chefias imediatas, abria a possibilidade de casos de assédio moral nas escolas.

    De acordo com o Sindicato dos Servidores do Magistério de Curitiba, outro ponto em que houve avanço nas negociações foi com relação à implantação da hora-atividade até o fim de 2012.

    A prefeitura se comprometeu a contratar todos os professores que passarem no concurso previsto para março. Além disso, caso ainda sobrem vagas, outros profissionais devem ser contratados temporariamente.

    Nesta quinta-feira (15), professores da rede estadual também se reuniram com o governo. Eles fizeram um protesto pedindo melhorias dos salários e das condições de trabalho.

    Na reunião, eles pediram que o governo passe a pagar o piso nacional dos professores, de R$ 1.451.

    De acordo com o sindicato da categoria, atualmente o salário de um professor estadual com 40 horas de trabalho é de R$ 1.222.

    Os professores também discutiram com o governo uma nova proposta de atendimento de saúde aos servidores.

    De acordo com o sindicato, até junho o governo deverá apresentar uma proposta à categoria. No dia 31 de março, os professores devem se reunir em assembleia para definir os próximos passos da mobilização.

    Também nesta quinta, o governo anunciou a contratação de mais 2.047 professores para a rede estadual. De acordo com o governo, em 2012, já foram contratados mais de 11 mil professores.

    Os novos profissionais foram aprovados em um concurso realizado em 2007. O prazo para a contratação deles expirava nesta semana.

    Publicado por jagostinho @ 14:27



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

Uma resposta

WP_Cloudy

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.