Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 15mar

    ASSESSORIA DE IMPRENSA/THEA TAVARES E MILA FERREIRA

    Na tarde desta terça-feira (13), a deputada estadual Luciana Rafagnin (PT) Me o deputado federal Zeca Dirceu (PT) participaram, junto com o diretor administrativo do Centro de Oncologia de Cascavel (Ceonc), Paulo Ferri, e o dentista Eduardo Scirea, de audiência com o coordenador- geral da área de média e alta complexidades do Ministério da Saúde, José Eduardo Fogolin Passos, para tratar do credenciamento do Ceonc em Francisco Beltrão.

    Depois, o grupo também conversou com a secretária-executiva do ministério, Juliana Carneiro. Segundo os técnicos do Ministério, o credenciamento junto ao SUS do Hospital do Câncer de Francisco Beltrão está condicionado ao cumprimento de exigências ainda pendentes, mas, passado o prazo que o próprio hospital propôs para regularizar essas pendências, o governo federal não colocará objeções à liberação do credenciamento.

    O deputado Zeca Dirceu, que viabilizou a audiência, destacou a visita técnica ao CEONC ocorrida em dezembro do ano passado onde os representantes puderam verificar in loco as condições do centro.

    “O corpo técnico do ministério já pôde constatar que Francisco Beltrão tem todas as condições de ser habilitado pelo SUS. Agora, restam apenas poucas pendências técnicas a serem resolvidas pelo próprio CEONC. As expectativas são as melhores”, comemorou o parlamentar.

    Um dos questionamentos levantados em torno dessa questão, o limite populacional para credenciamento
    de outro hospital do câncer em região de até 600 mil habitantes, visto que existe em Pato Branco – a
    57 quilômetros de Beltrão – um atendimento já credenciado pelo SUS, foi descartado como impeditivo.

    Por recomendações expressas do ministro Alexandre Padilha, o governo federal vai priorizar a melhoria
    do acesso às pessoas em tratamento de câncer e, nesse sentido, quanto mais próximo de casa esse
    tratamento esteja disponível, melhor para o paciente, desde que o serviço atenda às normas do Ministério
    da Saúde.

    “Os números de casos dessa doença na região e as dificuldades que as famílias enfrentam para arcar com os custos de um tratamento distante de casa, especialmente para os moradores da Fronteira, justificam esse cuidado e o credenciamento de um novo hospital do câncer no Sudoeste”, disse Luciana.

    Nesta quinta-feira (16), às 15h, acontecerá uma entrevista coletiva na unidade do Ceonc de Francisco
    Beltrão para detalhar os termos da negociação com o Ministério da Saúde.

    Deverão participar a direção do hospital, a deputada Luciana e um representante do deputado Zeca Dirceu, além da secretária municipal de Saúde, Cíntia Ramos.

     

    Publicado por jagostinho @ 16:03



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

Uma resposta

WP_Cloudy
  • Homero Disse:

    Parabens aos deputados pelo esforço. Saúde de um povo é primordial. O resto vem por acrèscimo.

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.