Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 29dez

    GAZETA DO POVO/SANDRO MOSER

    A eleição para a prefeitura de Maringá em 2012 promete disputa acirrada, decisão em segundo turno e queda de braço entre os dois grupos políticos antagônicos do estado.

    Essas são as conclusões de especialistas com base em levantamento feito pelo Instituto Paraná Pesquisas para a Gazeta do Povo.

    Três candidatos aparecem com índices competitivos e em situação de empate técnico: os deputados estaduais Dr. Batista (PMN) e Enio Verri (PT) e o secretário estadual de Rela­ções com a Comunidade, Wilson Quinteiro (PSB).

    Em um dos cenários pesquisados, se a eleição fosse hoje, Dr. Batista teria 23,7% das intenções de voto, e Verri, 21,1%. Quinteiro (PSB) aparece logo atrás, com 18,9%. A margem de erro é de 4 pontos porcentuais.

    A eleição para a prefeitura de Maringá em 2012 promete disputa acirrada, decisão em segundo turno e queda de braço entre os dois grupos políticos antagônicos do estado.

    Essas são as conclusões de especialistas com base em levantamento feito pelo Instituto Paraná Pesquisas para a Gazeta do Povo.

    Três candidatos aparecem com índices competitivos e em situação de empate técnico: os deputados estaduais Dr. Batista (PMN) e Enio Verri (PT) e o secretário estadual de Rela­ções com a Comunidade, Wilson Quinteiro (PSB).

    Em um dos cenários pesquisados, se a eleição fosse hoje, Dr. Batista teria 23,7% das intenções de voto, e Verri, 21,1%. Quinteiro (PSB) aparece logo atrás, com 18,9%. A margem de erro é de 4 pontos porcentuais.

    O atual vice-prefeito de Ma­­ringá, Carlos Roberto Pupin (PP), aparece em quarto lugar com 6,4%. Entretanto, ele vai contar com o apoio da máquina municipal e do prefeito Silvio Barros (PP), muito bem avaliado pela população.

    Para o diretor presidente da Paraná Pesquisas, Murilo Hidal­go, o levantamento mostra uma eleição “em que a transferência de votos de políticos influentes na região pode fazer a diferença”. Para Hidalgo, a pesquisa aponta para uma definição da eleição apenas no segundo turno. Neste caso, Batista tem vantagem sobre os demais. Verri, por sua vez, se sai melhor do que Quin­teiro. Até o ano que vem, o cenário eleitoral pode se alterar, com a entrada em cena das máquinas dos governos federal, estadual e municipal.

    Apesar da liderança inicial de Dr. Batista, a socióloga Celene Tonella, coordenadora do mestrado de Ciências Sociais da Universidade Estadual de Ma­­ringá (UEM), diz que a disputa ficará concentrada nos outros dois nomes. Para ela, a definição se dará a partir do enfrentamento dos grupos que se aglutinam em torno do governador Beto Richa (PSDB) – que tende a apoiar Wilson Quinteiro – e em torno do PT e da máquina federal, que irão apoiar Verri. Ele é o líder da oposição na Assembleia Legislativa.

    “O Dr. Batista costuma largar na frente, porém com um partido pequeno e sem estrutura, vive do seu eleitorado cativo, e dificilmente consegue ultrapassar este patamar [de intenção de voto]”, avalia Celene.

    Por isso a polarização, segundo ela, tende a ser entre Quinteiro e Verri. O deputado pe­­tista, acrescenta, foi um dos parlamentares com maior votação na história de Maringá.

    Por outro lado, o PSDB tem força na cidade – Richa e José Serra foram os “ven­­cedores” locais da corrida es­­tadual e federal em 2010.

    A força da família Barros na cidade, por outro lado, também pode incrementar as chances de Pupin.

    Segundo Celene, a migração de votos ao vice-prefeito deve crescer no transcorrer da campanha.

    “A baixa porcentagem dele por enquanto deve-se ao fato de que a maioria da população ainda não o associa a família Barros, que ainda tem muita força política na cidade”, diz.

    Pupin também pode contar com o apoio do senador Alvaro Dias (PSDB), atualmente distanciado da direção estadual de seu partido. Se isso se confirmar, afirma Celene, as chan­­ces dele crescem ainda mais.
    Colaborou Rosana Félix



    Publicado por jagostinho @ 10:38



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.