Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 20dez

    >>>>>   Pesquisa publicada pela Gazeta do Povo, neste domingo, mostrando tudo embolado entre três candidatos, Fruet, Ratinho Júnior e Ducci, para a eleição que elegerá, em 2012, o prefeito de Curitiba, como não poderia ser diferente, teve análises de todo jeito.

    >>>>>   Cada qual puxando a sardinha para a sua brasa. Tudo muito natural, mas é evidente que estamos muito longe das eleições. Números servem para todos os gostos. Se um está abaixo num ítem, acaba encontrando justificativa, citando outro número em diferente setor da pesquisa.

    >>>>>   Observando os principais concorrentes, sem muita preocupação com os números, o que se percebe, nitidamente, é que cada um deles tem dificuldades diversas a enfrentar. O Ducci, com certeza, não imprimiu e nem terá tempo para imprimir sua marca. E, sem carisma e parca eloquência, sofrerá, principalmente, nos debates na tevê.

    >>>>>   E o atual prefeito carrega, ainda, uma preocupação adicional : pode até tornar-se inelegível, dependendo dos rumos que tomar a Justiça Eleitoral no famoso caso do ” Comitê da Lealdade”. Testemunhas importantes tentando adiar, via atestados médicos, depoimentos, mostra que as cores estão carregadas pelos lados da Prefeitura.

    >>>>>   Enquanto isso, Ratinho Júnior carece de conhecimentos da cidade. É bom de voto, mas para ser prefeito, o eleitor curitibano, cada vez mais exigente, vai procurar quem mostre os problemas e aponte as soluções. Promessas de palanque não iludem mais ninguém. Não vai adiantar decorar propostas de planejadores profissionais. Terá que convencer o eleitorado de que está seguro do que apresenta.

    >>>>>   Fruet, por sua vez, vai passar a campanha inteira tendo que explicar sua aliança com o PT. Este paradoxo  político será muito explorado pelos outros concorrentes.  Reprise de áudios e vídeos de críticas suas aos petistas, haverá aos montões. Claro que Fruet tentará contornar esta situação usando seu carisma e argumentos que sempre são bem articulados.

    >>>>>   Já quem vai animar esta campanha será o candidato do PMDB. Greca, correndo por fora, já foi prefeito, e bom prefeito, frise-se, é  ótimo orador e urbanista. Dará um sabor especial em debates. Conhece Curitiba como poucos, mas o PMDB é o seu maior problema pois, mesmo querendo passar a imagem de que está bem acomodado no partido, para o eleitor o carimbo de lernista é bem visível, ainda.

    >>>>>   Bem, estamos no começo de uma caminhada dura e cheia de imprevisibilidade. Eu, por exemplo, continuo achando que Ratinho Júnior não será candidato. Se for fazer aliança será com Fruet e o PT. Vai falar mais alto, na hora H, a amizade do Ratinho pai com o ex-presidente Lula. Claro que as pesquisas fortalecem ainda mais o seu cacife. Mas, atalhos em carreiras políticas são perigosas. Há tempo para tudo na vida.

    >>>>>   Concluindo o papo de hoje: viram como eu estava certo quando me neguei a comentar sobre a CPI do Derosso? Não terminou em pizza. Terminou numa pizzaria inteira ! Quiçá os eleitores de Curitiba tenham boa memória ao votar para vereador, no ano que vem. Será ???  

     



    Publicado por jagostinho @ 09:37



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

2 Respostas

WP_Cloudy
  • Elias Glaucio Disse:

    Uma analise racional e condizente com a realidade.

  • Valmor Stédile Disse:

    Da pesquisa acima (encomendada pela Gazeta do Povo ao Instituto Paraná Pesquisa), alguns pontos precisam ser considerados e devem continuar norteando os passos do Partido Democrático Trabalhista, na capital: 1. O pré-candidato do PDT, Gustavo Fruet, é franco favorito por suas qualidades pessoais que associam credibilidade e popularidade incomparáveis; 2. Seu desempenho melhor está nas faixas mais exigentes da população, politicamente, que podem ser implacáveis contra a precipitação do processo eleitoral (aliança antecipada, por exemplo); 3. A pesquisa confirma polarização da disputa entre o atual prefeito Luciano Ducci (PSB) e Fruet. Ratinho Júnior sendo ou não candidato não altera este quadro; 4. As conversas com demais partidos (não só com o PT) devem seguir até o mês de junho, para análise das circunstâncias/propostas e celebração da melhor aliança pela convenção partidária.

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.