Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 26jul

    COLUNA DE CELSO NASCIMENTO/GAZETA DO POVO

    “Follow the money”, sigam o dinheiro, recomendou o Garganta Profunda aos jornalistas do Washington Post Bob Woodward e Carl Bernstein quando investigavam o caso Watergate.

    Conselho meticulosamente aceito, os dois jornalistas entraram logo depois para a história como autores das reportagens que levaram à renúncia do presidente Richard Nixon, em 1974.

    Tem mais ou menos este sentido o requerimento que o deputado Rubens Bueno, presidente estadual do PPS, protocolou ontem na Câmara Municipal:

    ele requisita informações sobre o rumo que tomaram os cerca de R$ 33 milhões faturados pelas agências Visão e Oficina da Notícia ao longo dos últimos cinco anos.

    Como simples intermediárias das verbas de propaganda – serviço pelo qual receberiam 10% de comissão –, as duas empresas repassaram a maior parte do dinheiro que receberam para… para quem?

    Esta é a pergunta que não quer calar. O deputado, então, decidiu obedecer fielmente ao método recomendado pelo Garganta Profunda – a fonte de Woodward e Bernstein que se manteve incógnita ao longo de toda a apuração do caso Watergate.

    Só em 2005, já próximo da morte, é que o Garganta revelou ao mundo a sua identidade e a autoria das informações: Mark Felt, um ex-agente do FBI.

    Bueno não quer intermediários na investigação e endereçou o pedido diretamente ao vereador João Derosso, informando-o que vai esperar o prazo regimental de dez dias para obter as respostas.

    Em seguida – quer obtenha ou não os esclarecimentos que requereu – estudará impetrar uma ação popular ou propor ao Ministério Público que ingresse na Justiça com uma ação civil pública.

    Em seu requerimento, ele pede que Derosso junte cópias de todas as notas fiscais emitidas pelas duas agências, assim como as dos fornecedores dos serviços que elas contrataram sob orientação da Câmara.

    Esta é a segunda tentativa que se faz para a obtenção desses esclarecimentos.

    Na semana passada, a vereadora Josete Silva já havia encaminhado requerimento quase no mesmo sentido – mas sem sucesso, mesmo sendo ela membro da Comissão de Ética e Decoro Parlamentar.

    A alegação é de que um pedido dessa natureza precisaria passar, antes, pela aprovação do plenário (que Derosso controla).

    A Câmara está em recesso; volta na semana que vem.



    Publicado por jagostinho @ 11:07



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.