Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 13jul

    RÁDIO LIDERANÇA DO PSDB NO SENADO

    “Depois de todo esse processo, em um partido ao qual me dediquei, agi com muita

    Fruet:- "foram meses de um silêncio constrangedor"

    consciência e muita determinação.

    Em um momento difícil da política brasileira, acabei me afastando muito da vida partidária local.

    Ano passado, deixei de disputar a reeleição para deputado federal, aceitando a convocação de última hora, no último prazo, para disputar a vaga de senador pelo PSDB do Paraná.

    Não foi possível uma vitória, mas foi uma votação excepcional e depois disso deixei de participar do governo.

    Então, fiz um pedido para que pudesse assumir o partido na capital, onde construí toda a minha atividade, toda a minha carreira e onde sempre tive as melhores votações, tanto para deputado federal quanto para senador.

    Porém, já se passaram quase oito meses e se estabeleceu um silêncio constrangedor.

    Nesse período, várias pesquisas divulgaram que há um potencial de disputa para a Prefeitura na capital.

    Acredito que estou legitimado a trabalhar por este projeto, mas sempre defendi clareza por parte do PSDB.

    Esse silêncio reinou e eu entendo que agora é o momento de tomar um novo caminho, sem mágoas, sem ressentimentos, sempre reafirmando esse papel na história.

    Mas é um aprendizado. Quem se dedica muito à política nacional acaba deixando de conversar com as pessoas de sua região, de sua província, se sua paróquia. Isso acaba sendo fatal na vida partidária.

    Agora, eu quero olhar para o futuro, estou determinado a ir para as ruas conversar com o povo e construir um novo projeto.

    A carta (que vai ser entregue ao partido) é para que haja conhecimento e também para formalizar o desligamento, para deixar claro o agradecimento por toda a trajetória, em especial ao presidente nacional, Sérgio Guerra, aos líderes com quem tive a oportunidade de conviver no Congresso, à bancada federal, à bancada de senadores e avisar o presidente do partido no Paraná, que é o governador Beto Richa.

    Ainda deixar claro que apesar de todas as tentativas, foi negada a possibilidade de um diálogo a partir da direção do partido na capital para construir esse projeto.

    Mas de forma alguma há ressentimento e a ideia agora é pensar no futuro, mas sempre lembrando que infelizmente no Brasil não temos tradição partidária.

    Eu adoro a política, é um projeto de vida, faço com muita determinação, mas entendo que não se pode fazer disso obsessão.

    O futuro a Deus pertence, mas vai depender muito do sentimento popular, da receptividade da opinião pública para a construção desse projeto.

    O PSDB do Paraná tende a apoiar hoje na capital um candidato. Eu jamais questionei a possibilidade do atual prefeito em trabalhar sua reeleição, mas ele é do PSB, um partido da base do governo.

    Nada contra, mas é para chamar a atenção de como é difícil construir um projeto de médio e longo prazo com tamanhas contradições, principalmente quanto o interesse local acaba prevalecendo e, por vezes, sem a devida transparência”. 



    Publicado por jagostinho @ 08:03



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

Uma resposta

WP_Cloudy
  • MÍRIAM Disse:

    Enfim a decisão está concretizada . A novela foi longa e o direito de renascer em outro partido , com novas e sólidas ideias , deixam uma possibilidade de vitória , no futuro.

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.