Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 24mar

    Paraná Online/Luciana Cristo

    Arquivo/O Estado
    Affonso Camargo foi conhecido por muitos anos como “o pai do vale-transporte”.

    O ex-deputado federal Affonso Camargo Neto (PSDB) morreu na manhã desta quinta-feira (24), aos 81 anos. As causas da morte ainda não foram divulgadas.

    O prefeito de Curitiba, Luciano Ducci (PSB), e o governador do Paraná, Beto Richa (PSDB), decretaram luto oficial de três dias pela morte do ex-deputado.

    “Perdemos um homem público identificado com as causas do Paraná. Sua história e trajetória política ficam como exemplo do esforço e comprometimento com os valores do bem comum e da justiça social”, disse Ducci.

    “Muitos o conhecem como pai do vale-transporte, mas sua capacidade de articulação e visão desenvolmentista do Estado e do País marcaram sua atuação na vida pública. Será referência para toda nova geração de curitibanos e paranaenses”, completou o prefeito.

    Beto destacou a serenidade, o equilíbrio e a capacidade de conciliação como marcas da trajetória de Affonso Camargo Neto.

    “Tive o privilégio de conviver com ele durante a maior parte da minha vida. Suas ações políticas são motivo de muito orgulho para nós, paranaenses. Era um homem de grande visão e respeitado por todos”, disse o governador.

    O colega de partido, deputado federal Alfredo Kaefer (PSDB), lamentou a perda.

    “Affonso Camargo Neto nos deu uma contribuição pública enorme, foram mais de 50 anos dedicados à sociedade, em todos os cargos que ocupou. Só temos a lamentar”, comentou.

    A pedido do próprio deputado, em vida, seu velório e sepultamento serão restritos à família, que pede que não sejam enviadas coroas de flores.

    Haverá missa de sétimo dia, em data e local ainda indefinidos.

    Camargo Neto disputou as eleições de 2010 novamente como deputado federal, mas não conseguiu se reeleger. Obteve 63.775 votos.

    Conhecido como o “pai do vale-transporte”, por ter sido o autor da lei que criou o benefício aos trabalhadores, Camargo Neto foi vice-governador do Paraná, ministro dos Transportes e das Comunicações, senador e deputado federal de 1995 a 2010.

    Passou por diversos partidos, até ingressar no PSDB em 2001.

    Engenheiro civil e neto do ex-governador do Paraná Afonso Camargo, o “pai do vale-transporte” chegou a disputar a Presidência da República, em 1989.

    Na administração estadual, Affonso Camargo foi ainda duas vezes secretário, da Justiça e da Fazenda.

    Foi presidente do Banco do Estado do Paraná (Banestado) e diretor do Departamento de Águas e Energia Elétrica do Paraná.

    Publicado por jagostinho @ 17:48



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

Uma resposta

WP_Cloudy
  • Míriam Disse:

    CONDOLÊNCIAS À FAMÍLIA .
    “AS PESSOAS NÃO MORREM , ELAS FICAM ENCANTADAS” J GUIMARÃES ROSA

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.