Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 22mar

    Blog do Lineu Tomass

    REFORMA NA LEI DOS PARTIDOS ?  NEM  PENSAR ! O Congresso Nacional manobra para manter o sistema de DITADURA PARTIDÁRIA.  Não incluiram a mudança NECESSÁRIA  na Lei dos Partidos Políticos 9096 de 19/9/1995, cuja lei permite que os partidos políticos tenham dono  ou ditadores, pois algum “malandro”, colocou nesta lei no artigo primeiro, QUE OS PARTIDOS POLÍTICOS  SÃO ENTIDADES DE DIREITO PRIVADO,  QUANDO NA LEI ANTIGA,  ERAM  ENTIDADES DE  DIREITO PÚBLICO. A lei atual PRIVATIOZU  o partido político. Assim, na lei atual, um partido político é igual a uma loja de sapatos,  ONDE O DONO MANDA E NÃO PEDE, E QUANDO MORRE, OS FILHOS HERDAM O SEU PODER DE DONO NO PARTIDO.

    DECISÃO “INTERNA   CORPORIS”. Por esta privatização dos partidos políticos, a Justiça Eleitoral, fica impedida de mediar os conflitos internos nos partidos,  assim como não pode interferir numa firma particular.  A decisão de um partido é soberana.  É  “interna corporis”.  É uma empresa PRIVADA.  Acabaram com a participação popular nos partidos, por isto eles estão morrendo e nada mais significam para a sociedade.  Estão totalmente desacreditados na opinião pública, dizem as pesquisas.

    BRASÍLIA,  “ILHA DA FANTASIA”. Hoje ouvi entrevista do senador Francisco Dornelles (PP), quando falou sobre a REFORMA ELEITORAL, e alegou que a sociedade já participou de sugestões para análise na mudança na lei.  Disse ele que foram feitas diversas  “audiências públicas”,   EM BRASÍLIA. Sua fala até  parece piada, Sr. Dornelles.  Quem foi que lhe disse que uma audiência pública, EM  BRASÍLIA,  representa opinião pública de todo este país continente ?   Não se  desgaste Sr. Dornelles.  Sua fala não passa de uma piada de mau gosto, típica dos políticos “manobristas” de Brasília, a qual, muito ao cntrário, não representa a opinião da Nação.  Há quanto tempo o Sr. é político ?  Vinte, trinta ou quarenta anos ?  Os mandatos de deputados e senadores, deveriam ter um limite de “reeleição”.  Coloque isto na lei, Sr. Dornelles.

    SENADOR REQUIÃO NA COMISSÃO. Dornelles,  disse também que os senadores da “comissão no senado”, (que no caso do Paraná, é o senador Requião), estão encarregados de fazer contatos com o povão para receber sugestões na lei.  Aqui no Paraná, não ví nenhuma atitute  do senador  Requião neste sentido em discutir, ou solicitar contribuições ao “projeto-manobra” da reforma política.

    “Sem uma reforma na lei dos partidos políticos, com a re-introdução de que o partido político é entidade de interesse do Estado, de nada adiantará para a democracia  só esta “reforma eleitoral” .  A ditadura  partidária continuará mais forte ainda ! “

    Publicado por jagostinho @ 11:37



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

Uma resposta

WP_Cloudy
  • Valmor Stédile Disse:

    Verdades bem ditas por Lineu Tomass, as cúpulas do Congresso Nacional querem reformas para aprofundar o conservadorismo, é domínio sobre os partidos em prejuízo do necessário pluralismo político. Há décadas o Brasil desce a ladeira na esfera político-institucional que pretendem reformar (também) para pior.

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.