Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 17mar

    Assessoria de Imprensa/Débora Matos

    Antonina - Foto: Orlando Kissner/AENotícias

    A senadora Gleisi Hoffmann (PT) sobrevoou as regiões litorâneas castigadas pelas chuvas, na tarde desta quarta-feira (16).

    Em companhia do ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra Coelho e o governador Beto Richa, ela passou pelos municípios de Antonina, Morretes e Paranaguá.

    Após a reunião que aconteceu em Brasília na terça-feira (15), a senadora solicitou ao ministro que viesse ao Paraná para avaliar a extensão dos danos e definir o tipo de ajuda que poderá ser dada pelo Governo Federal.

    O secretário Nacional de Defesa Civil, Humberto Viana, e os prefeitos Amilton de Paula (Morretes), Carlos Augusto Machado (Antonina) e José Baka Filho (Paranaguá), também integraram a comitiva, que desceu nas comunidades de Laranjeiras, em Antonina, e Floresta, em Morretes, para ver de perto os estragos causados pelas chuvas.

    Para Gleisi Hoffmann, é importante unir forças do Governo Federal e Estadual para atender a população.

    “O Governo Federal respondeu prontamente ao chamado do Governo do Estado. Depois da reunião que tivemos em Brasília junto com os prefeitos, a nossa bancada federal e representantes do Governo do Estado, o ministro da Integração Nacional se dispôs a vir ao Paraná para avaliar a situação e definir a melhor forma de dar apoio às vítimas. Vamos continuar muito empenhados para ajudar o Governo do Estado e eu vou estar lá em Brasília para agilizar a liberação dos recursos e ajudar os paranaenses”, destacou a senadora.

    Gleisi lamentou a situação dos moradores, principalmente das famílias que perderam suas casas ou estão em áreas de risco.

    “É uma tristeza muito grande ver famílias inteiras desalojadas. Precisamos fazer a realocação dessas pessoas para um local mais seguro.”

    Segundo o ministro Bezerra Coelho, o Governo Federal estuda a possibilidade de liberar cotas extraordinárias dentro do programa Minha Casa Minha Vida para atender as vítimas.

    “Essa é uma orientação da presidente Dilma Rousseff, que é muito sensível a essas situações. A mesma atitude que o Governo Federal teve em relação ao Rio de Janeiro terá em relação ao Paraná, onde a tragédia também é de grande monta”, afirmou.

    O ministro disse que a prioridade é restabelecer a normalidade na infraestrutura urbana.

    Segundo ele, os recursos disponíveis serão repassados ao Estado, que definirá as ações prioritárias em conjunto com as prefeituras.

    Parte dos recursos federais poderá ser liberada na próxima semana, mas ainda não estão definidos os valores.

    “As obras de maior porte e a construção de casas para atender os desabrigados será o passo seguinte”, afirmou Bezerra Coelho.

    Publicado por jagostinho @ 09:16



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

Uma resposta

WP_Cloudy
  • Míriam Disse:

    Muito bem, senhora senadora. O cargo e sua influência junto ao governo Federal, permitem uma ação em favor de nosso Estado. Vamos agilizar que os que estão desalojados e desabrigados ,têm pressa, pois o outono está chegando .

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.