Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 03mar

    Paraná Online/Rodrigo Sell

    Não é só por dinheiro que o Coritiba vai lutar na venda dos direitos pela

    Vilson Ribeiro de Andrade: Coxa pode faturar R$ 25 milhões-Foto de Allan Costa Pinto

    transmissão dos jogos do Campeonato Brasileiro, no período 2012-2014.

    O Alviverde já avisou que não concorda como o processo foi gerido pelo Clube dos 13 e decidiu conversar as emissoras.

    Uma das imposições do clube é que as partidas do Coxa sejam transmitidas para o interior do Estado, ao contrário do que ocorreu anos anteriores.

    No ano passado, a título de comparação, o Atlético teve oito jogos transmitidos em TV aberta, mas apenas dois foram veiculados para todo o Paraná.

    Por isso, o Coxa quer colocar sua imagem também na mesa de negociações.

    “Dentro das condições em que foi feita a licitação, entendo que o Estado do Paraná vai ser prejudicado. Se nós tivermos um jogo aqui em Curitiba, não será transmitido para o Estado. Vai passar a partida do clube que eles escolherem”, disse o vice-presidente Vilson Ribeiro de Andrade.

    Para ele, isso não pode mais acontecer.

    “Como estamos num processo de interiorização, tanto o Coritiba quanto o Atlético brigando para termos um número maior de torcedores no interior, vamos acabar matando esse torcedor se forem transmitidos jogos de outras equipes”, justifica.

    Por isso, o dirigente quer colocar na negociação a propagação da imagem do clube na TV aberta.

    “O Coritiba não abre mão que seus jogos aqui na capital sejam transmitidos para o interior do Estado. Aonde tiver repetidora de televisão no Estado do Paraná, o Coritiba exige que se coloque jogo do clube para o interior”, avisa.

    Na visão de Andrade, só assim para fortalecer o futebol local.

    “Estamos em desvantagem muito grande. Coritiba e Atlético têm suas torcidas na capital e na região metropolitana e, depois, atingem no máximo Ponta Grossa”, lamenta o vice-presidente alviverde, avaliando que com o novo formato de negociação o Coritiba pode pular dos atuais R$ 12 milhões para algo em torno de R$ 25 milhões.

    Por enquanto, o clube espera o desenrolar da briga declarada entre Clube dos 13, Rede Record, CBF e Rede Globo.

    “O Coritiba, como alguns outros times, acompanham com muita atenção essa situação. Essa licitação prejudica o futebol dos clubes médios e menores porque ela apenas vê o critério financeiro e não observa critérios técnicos”, finaliza.

    Publicado por jagostinho @ 13:12



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.