Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 18jul

    AGENCIA ESTADO

    Samek-advertência

    Samek-advertência

    >>>/O Brasil permitirá que o Paraguai venda sua cota de energia de Itaipu no mercado livre brasileiro e acabar com sua obrigação de operar apenas com a Eletrobrás. A medida se somará ao pacote para fomentar o setor produtivo paraguaio que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva já ofereceu duas vezes neste ano – e que foi desconsiderado nas duas oportunidades pelo governo de Fernando Lugo.

    Em visita oficial a Assunção no próximo dia 25, Lula insistirá para que o presidente paraguaio aceite a proposta e ponha fim a uma disputa que tem contaminado as relações bilaterais e o Mercosul há 11 meses.

    A opção de venda da energia no mercado livre brasileiro significará, para o Paraguai, a exposição a um risco de perda de receita, advertiu o diretor-geral brasileiro da Itaipu Binacional, Jorge Samek.

    Se aceitar, o Paraguai teria de desistir de sua ambição de vender a energia para outros países – medida que o Brasil rejeita. Além disso, se o Paraguai desistir da liberdade de vender a energia no mercado livre, poderá ser favorecido por um aumento no preço atual de venda à Eletrobrás.

    Conforme informou Samek, o sistema elétrico vem sendo exaustivamente detalhado aos técnicos paraguaios – leilões, contratos de longo prazo e, em especial, o fato de a energia ser barata no país. Em momentos de estiagem, os valores podem alcançar picos – em janeiro de 2007, chegou a R$ 650 por megawatt/hora. Mas, logo despencam.

    No último dia 15, o preço da energia no mercado livre estava em R$ 31,78 por megawatt/hora, nas regiões Sul e Sudeste, e em torno de R$ 25,45, no Nordeste e Norte. O preço fixo estipulado no contrato firmado entre a Eletrobrás e o Paraguai, por meio da Administración Nacional de Eletricidad (Ande) – US$ 45 ou R$ 86,99 – é três vezes superior.

    “Hoje, o Paraguai tem uma margem de conforto. O Tratado de Itaipu prevê que a Eletrobrás está obrigada a comprar a energia não consumida pelo Paraguai, pelo preço definido no contrato, mesmo que haja excesso de oferta e que o preço seja menor no mercado brasileiro”, explicou Samek./<<<

    Publicado por jagostinho @ 14:34



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

4 Respostas

WP_Cloudy
  • estevão Disse:

    vamos ver se os paraguaios msossegam agora. Como são meio bobinhos vão cair na nossa hahahaha. Mas o Samek tá avisando…

  • horácio Disse:

    só não incluam no pacote para o paraguai menininhas brasileiras hein. Tem um bispo tarado lá !!!

  • fábio Disse:

    tem que dar uma enxada para o bispo pedófilo capinar. Se liguem muchachas!!!

  • Zé Luis Disse:

    porra. Já ganharam metade da Itaipu e vamos dar mais ? Não concordo. Da minha parte não deixo dar nada pra eles. Não mexam.

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.