Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 01jul

    PARANÁ ONLINE

    O caso do Morro do Boi tem mais uma reviravolta surpreendente. Preso na semana passada, Paulo Delci Unfried vinha sendo cogitado como suspeito do crime, ocorrido no dia 31 de janeiro em Caiobá, no Litoral do Estado. Ele foi preso em posse de duas armas.

    Um exame de balística comprovou que os tiros disparados partiram de uma das armas apreendidas com Paulo. Algum tempo depois, frente à comprovação do fato, ele confessou ter cometido o crime. Ele foi preso por suspeita de estupro e assalto, sendo que em sua ficha já constam outros casos parecidos.

    Acusado pela vítima de ser o autor do crime, Juarez Ferreira Pinto era tido até então como principal suspeito. Ele foi preso no dia 17  de fevereiro, mas sempre negou ter se envolvido no caso.

    Na ocasião, o estudante Osiris Del Corso e sua estudante Monik Pergorari Lima foram baleados. Osiris não resistiu e faleceu no local, já Monik foi vítima de abuso sexual e ficou paraplégica.”

    ANALISANDO :- Não é o primeiro caso. E nem será o último. Mas, que nós todos temos que refletir sobre esse assunto, com certeza, temos e muito.

    Mesmo acompanhando de longe, isso não me impede de analisar e dizer o que estou achando desta história confusa. A primeira palavra que me vem a mente é:- precipitação. Sei que o reconhecimento por parte da moça, hoje paraplégica, induziu muitos, de que meio caminho estava andado.

     Só que estou sabendo que houve dúvidas por parte dela, num primeiro momento. A arma do crime não havia aparecido. O acusado negou sempre. Havia uma camisa com sangue no local, que não era do acusado. Enfim, dúvidas permeiam as conclusões do delegado e da promotoria.

    Agora, surge um estuprador, preso, com duas armas, que confessou o crime, e a balística comprova que uma das armas é a que matou o jovem Osiris e deixou paraplégica a Monik.

    Que isso sirva de exemplo. A  justiça lenta não é justa. Porém, a pressa é inimiga da perfeição.

    Paulo, réu confesso

    Paulo, réu confesso

    Publicado por jagostinho @ 01:48



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

8 Respostas

WP_Cloudy
  • Aline Disse:

    Nossa tem cara de louco mesmo… que medo… ainda bem que foi pego…

  • igor Disse:

    será quem é? o outro ou esse?

  • nascimento Disse:

    po
    a moça continua insistindo q é o outro?
    e o semem, sangue, camiseta, dna q n eram do juarez.Só vale a palavra dela?

  • dario Disse:

    po esse delegado parece q tem bronca com o irmão do juarez. Vcs n acham?

  • Toneli Disse:

    Vejam só:

    Encontraram a tal camisa, que a moça reconheceu como sendo do agressor. Não foi isso? Pois bem: O DNA encontrado na camisa NÃO ra do tal Juarez. Depois disso, não se falou mais na camiseta, já que ela não poderia mais ser associada ao Juarez, e portanto, não servir de prova contra ele.

    Mas…. Ela reconheceu a camiseta, não foi mesmo? Será que essa camiseta vai reaparecer?

  • Toneli Disse:

    Posso estar enganado, mas essa frase do Delegado Cartaxo parece uma manneira sutil de tirar o corpo fora:

    ” – Nem eu, nem a polícia admitimos erro. Se isso aconteceu foi uma conjuntura probatória, pois existia provas fortes e o reconhecimento da vítima”.

    Noutra declaração, ele diz que fez seu trabalho, entregou ao Judiciário, que o aceitou sem ressalvas. Outra maneira sutil de agir, desta vez lembrando que divide responsabilidade com outras autoridades.

  • tarcisio Disse:

    Não foi encontrado semem e sangue no local do crime? O DNA do Juarez deu negativo. Pq n fazem imediatamente o Dna desse outro tal de Paulo. Se der positivo, solta o outro de uma vez!!!

  • Maulnet Disse:

    http://spyhistory.ru – Это интересно. Вы мне не подскажете, где мне узнать больше об этом?

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.