Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 10dez

    CAÇADORES DE NOTÍCIAS-TRIBUNA/PR

     

    Menina de 8 anos escreve cartinha para o Papai Noel e pede cesta de Natal para a família

    cartinha da Nanda para o Papai Noel

    Esse é um daqueles momentos em que escorre uma lágrima no cantinho do olho. Uma cartinha divulgada por um amigo da família da pequena Nanda Gabryella, de 8 anos, vem emocionando os internautas desde a semana passada.

    O motivo? Um pedido especial para o bom velhinho.

    E se você acha que ela pediu um brinquedo está enganado. Tudo o que ela desejava era uma cesta de natal para a família celebrar a data.

    Sem trabalho há meses por conta da pandemia do novo coronavírus, a mãe Luciane de Oliveira Moreira, 26 anos, moradora do bairro Tingui em Curitiba, contou à Tribuna do Paraná, como o pedido da filha cortou o coração.

    “Pela manhã a Nanda queria tomar Nescau e não tinha. A tarde, ela estava assistindo um filme e pediu uma pipoca e também não tínhamos. O mês foi bem apertado. Ela viu um comercial na televisão que falava para enviar a cartinha para o Papai Noel. Perguntou se eu poderia levar e disse que poderia postar no Facebook. Fiz minhas coisas e quando ela terminou a cartinha e me entregou tive que me trancar no banheiro para ela não me ver chorando. Me partiu o coração”, desabafa a mãe, emocionada.

    Veja o que diz a cartinha!

    “Querido Papai Noel. Neste natal eu me comportei muito, então eu queria uma cesta de natal para eu fazer uma ceia de natal. Obrigada, Deus abençoe! Feliz Natal a todos. Meu nome é Nanda, tenho 8 anos e tenho uma irmã de 4 anos. Feliz Natal”, diz a menina.

    Ao ser questionada por não ter pedido um brinquedo, Nanda foi objetiva. “Não temos as coisas em casa”, conta a mãe. E mesmo insistindo, a filha foi mais além “Ela disse que precisava ser algo para todos nós”, explica Luciane.

    Nanda manda cartinha para Papai Noel
    Nanda pediu uma cesta de Natal ao Papai Noel, mas o sonho é uma boneca LOL. Foto Arquivo Pessoal

    A jovem trabalha como diarista, e ao ler a carta que a filha escreveu para o Papai Noel, ligou para um amigo para saber se ele estaria precisando de uma diarista em sua casa.

    Chorando, ela contou sobre o que havia acontecido e o amigo se prontificou a ajuda-la postando uma foto do bilhete na rede social. A mensagem da Nanda logo comoveu os internautas.

    “Estamos desempregados, e fora a Nanda tenho mais uma filha de 4 anos. Moro com meu pai que tem 80 anos que recebe auxílio do governo. Ele gasta aproximadamente 400 reais em remédios, fora as contas da casa. Não sobra nada. Sou diarista, porém, com a pandemia, o povo está com medo e não estou mais conseguindo serviço. Estou desde março parada e não consigo comprar as coisas que ela pede”, lamenta.

    A família também necessita de alimentos, roupas e calçados para as crianças.

    Verdadeiro sonho da Nanda

    Nanda é dedicada aos estudos e nos afazeres de casa, além de ser muito carinhosa. Mesmo sendo tão nova e já pensar na família, a garotinha tem um sonho só seu, o de ganhar uma boneca, a “LOL Surprise”.

    “Ela me perguntou se um dia, quando eu já estiver trabalhando, eu compro a boneca pra ela. Eu sei que a minha filha ela entende a situação. Não temos condições de comprar as coisas. Precisamos de alimentos, os tênis das meninas já estão batidos e o que ela tem é usado, que ganha do pessoal da igreja. Eu choro escondida por não ter condições no momento”, conta.

    Para quem quiser ajudar e até conhecer a casa onde a Nanda mora pode entrar em contato pelo WhatsApp: (41) 99532-2643 ou ir até à Rua Arlindo de Lara, 20 – fundos, bairro Tingui.

    Publicado por jagostinho @ 11:14



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.