Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 28maio

    DIÁRIO DO PODER

     

    Saiba o que prevê o pacto de Bolsonaro com os chefes de poderes

     

    Os Três Poderes celebram na Câmara os 30 anos da Constituição

    O presidente do STF, ministro Dias Toffoli, com o presidente da República, Jair Bolsonaro.

     

    O presidente Jair Bolsonaro (PSL) convidou os presidentes da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), e do STF (Supremo Tribunal Federal), Dias Toffoli, para um café da manhã nesta terça-feira (28), no Palácio da Alvorada, para tentar articular um “pacto” entre os Poderes.

    Nesta segunda (27), o porta-voz da Presidência, general Otávio do Rêgo Barros, afirmou que Bolsonaro passará a defender um “pacto pelo Brasil”.

    O tema estará em discussão no encontro desta terça e também já havia sido proposto pelo presidente do STF há algumas semanas.

    Um documento conjunto inclusive já começou a ser elaborado e está em análise no governo Bolsonaro, e cita “3º pacto republicano pela realização de macrorreformas estruturais” e estabelece “a colaboração efetiva dos três Poderes” para o avanço de reformas consideradas “fundamentais para a retomada do desenvolvimento do país”.

    O texto elenca cinco temas como prioritários: as reformas da Previdência e tributária, a revisão do pacto federativo, a desburocratização da administração pública e o aprimoramento de uma política nacional de segurança pública.

    A ideia é que Bolsonaro, Maia, Alcolumbre e Toffoli formalizem o pacto por meio da assinatura do documento, em uma tentativa de responder às manifestações de domingo com apoio à agenda de reformas do governo.

    O texto trata o atual sistema da Previdência brasileira como “insustentável” e prega a aprovação das mudanças nas regras de aposentadoria como medida prioritária.

    “Esse pacto há de contornar todos os Poderes e toda a sociedade, ultrapassando os obstáculos que naturalmente se impõe no ambiente político para que nós cheguemos a cruzar a bandeira final”, disse.

    O primeiro pacto entre Executivo, Legislativo e Judiciário foi firmado em 2004, durante o governo Lula, “por uma Judiciário mais rápido e republicado”. O segundo, em 2009, “por um sistema de Justiça mais acessível, ágil e efetivo”.

    Para o líder do governo no Senado, Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE), o café da manhã tem objetivo de estabelecer um clima de pacificação.

    “O café é para consolidar o compromisso do presidente em ter uma relação harmônica e colaborativa com os Poderes”, afirmou.

    Publicado por jagostinho @ 09:04



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.