Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 22jan

    VEJA.COM

     

    Mourão defende ampliação do tempo mínimo para aposentadoria de militares

     

    Em entrevista à Rádio Gaúcha, presidente em exercício afirmou que não há resistência para a mudança entre os militares

     

    Vice diz que tempo de serviço antes de aposentadoria deve ser maior que os 30 anos em vigor hoje (Paulo Whitaker/Reuters)

     

    O vice-presidente da República, general da reserva Hamilton Mourão, afirmou nesta segunda-feira, 21, que o tempo de contribuição das Forças Armadas e das polícias para a aposentadoria deve subir.

    A inclusão dos militares na reforma da Previdência é um dos grandes pontos de ruído entre a equipe econômica e os oficiais das Forças Armadas no Planalto.

    “A questão dos 30 anos do serviço ativo, eu acho que ela irá mudar. Acho que vai aumentar [o tempo mínimo de serviço]“, afirmou em entrevista à Rádio Gaúcha

    “Tendo em vista que fiquei 46 anos no Exército, eu também concordo que não é bem visto pela sociedade alguém que se aposenta com 44 anos de idade.”

    No Brasil, as regras atuais permitem que militares, homens e mulheres, se aposentem com salário integral após 30 anos de serviços prestados.

    As pensões para os dependentes são integrais, mas deixam de ser pagas aos 21 anos. Na reforma mais recente, feita em 2001, ficou extinta a pensão vitalícia para filhas a partir daquela data.

    Todos os militares que ingressaram antes de 2001, no entanto, puderam manter o benefício vitalício para as filhas com contribuição adicional equivalente a 1,5% da remuneração. 

    Segundo Mourão, não há nenhuma resistência dos grupos militares para que se aumente o tempo de serviço antes que um oficial vá para a reserva.

    Publicado por jagostinho @ 09:24



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.