Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 04out

    REDE BRASIL ATUAL

    Brasil tem 147 milhões de eleitores: mais mulheres e menos jovens

     

    Número cresceu 3% em relação a 2014. Pouco mais da metade é do sexo feminino e tem identificação biométrica, e 43% ficam na região Sudeste

     

     

    O Brasil tem 147.302.354 eleitores aptos a votar em outubro, segundo número divulgado nesta quarta-feira (1º) pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), com crescimento de 3,14% em relação a 2014, ou aproximadamente 4,5 milhões a mais.

    De acordo com o TSE, 1.409.774 não poderão votar nem se candidatar, por estarem com os direitos políticos suspensos. E há menos jovens com direito de participar.

    A maioria do eleitorado é formada por mulheres, que representam 52,5% do total (77,3 milhões, ante 69,9 milhões de homens).

    Os dados mostram ainda 6.280 eleitores transexuais ou travestis – a partir deste ano, eles puderam ter seu nome social impresso no título eleitoral.

    Entre jovens de 16 e 17 anos, cujo direito de voto é opcional, 1.400.617 podem participar. Houve redução de 14,53% em relação a 2014.

    Esse grupo representa 0,95% do eleitorado brasileiro. O número de idosos com mais de 70 anos, cujo voto também é facultativo, cresceu 11,12%, passando para 12.028.495.

    A faixa etária com maior numero de eleitores vai dos 45 aos 59 anos – esses 35,7 milhões representam 24,26% do total. Em seguida, vêm os de 25 a 34 anos (31,1 milhões, ou 21,15%). 

    No recorte por escolaridade, pouco mais de 38 milhões têm o ensino fundamental incompleto e somam 25,8% do eleitorado.

    Os que têm ensino médio completo representam 22,7% e ensino médio incompleto, 16,8%.

    Depois vêm os eleitores com superior completo (9,1%), os que leem e escrevem (8,9%), ensino fundamental completo (6,8%), superior incompleto (4,9%) e analfabetos (4,4%, 6,6 milhões) – 0,04% não informaram.

    O total de eleitores com identificação biométrica cresceu significativamente em relação a 2014.

    Naquele ano, eram 15,18% do total, e agora são 50,03%. 

    O Sudeste concentra 43,38% dos eleitores (63,9 milhões). Na sequência, estão as regiões Nordeste (26,63%), Sul (14,53%), Norte (7,83%) e Centro-Oeste (7,3%).

    Entre as cidades, o maior colégio eleitoral está em São Paulo (9.062.724) e o menor, na cidade mineira de Serra da Saudade, com 941 eleitores. 

    Os eleitores residentes fora do país totalizam 500.727.

    O crescimento de 41,37% em relação a quatro anos atrás deveu-se, segundo o TSE, a uma campanha por facilitar o cadastro entre os brasileiros emigrados.



    Publicado por jagostinho @ 18:21



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.