Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 15ago

    BEM PARANÁ

     

    Candidatos a prefeito adiam início da campanha de rua

    Maioria dos concorrentes à sucessão em Curitiba ainda não têm comitê funcionando ou registro do CNPJ

     

    Cabos eleitorais: sem CNPJ, não ha como fazer material (foto: Franklin de Freitas)

    A campanha eleitoral deste ano começa oficialmente nesta segunda de maneira tímida.

    Pelo calendário eleitoral, a partir do dia 16 de agosto os candidatos podem distribuir materiais nas ruas, promover atos e pedir votos na internet, mas a crise econômica, a limitação de gastos e a concorrência com a Olimpíada do Rio devem esvaziar a primeira semana de campanha. 

    Até o fim da semana passada, nenhuma candidatura à prefeitura de Curitiba tinha obtido o CNPJ, que deve ser impresso em todos os materiais de campanha, e as equipes ainda estavam sendo formadas.

    Entre os nove candidatos que disputam o Palácio 29 de Março, só Xênia Mello, do PSOL, já tinha um comitê definido.

    A tendência é que a campanha “esquente” a partir da próxima semana, com as equipes instaladas, e principalmente depois do primeiro debate entre os candidatos na TV, dia 22, na Band Curitiba.

    A propaganda eleitoral gratuita no rádio e na TV só começa no dia 26.

    A reportagem entrou em contato com as assessorias dos nove candidatos na semana passada.

    A assessoria de Xênia Mello informou que a campanha estará na rua a partir de amanhã, com materiais gráficos, site e a realização de atos.

    O prefeito e candidato à reeleição Gustavo Fruet (PDT) deve começar a campanha com todos os recursos permitidos pela legislação: materiais impressos, site, perfis oficiais em mídias sociais e reuniões com eleitores e grupos de mobilização, mas até a semana passada a equipe não estava formada.

    A assessoria de Rafael Greca (PMN) informou que a equipe e o comitê ainda estavam sendo organizados, mas o candidato também deverá começar a campanha com todas as formas de comunicação permitidas, por estar em uma coligação com partidos grandes, como PSDB e DEM.

    As campanhas de Requião Filho (PMDB) e e Maria Victoria (PP) estavam na mesma situação na semana passada.

    Afonso Rangel (PRP) disse que há várias atividades programadas para esta semana, mas não especificou quais.

    O candidato do PT, Tadeu Veneri, admitiu que a campanha do partido estará na rua a partir da próxima semana.

    “Estamos preparando o comitê do jeito que é possível e temos que esperar sair o CNPJ para depois fazermos o material. A campanha vai pegar mais na segunda semana”, disse o deputado estadual.

    “Será uma campanha com custo menor. Se errarmos, vai ser uma vez só. Entrou na rua errada, não tem mais saída”, brincou.

    Bairros – Ney Leprevost, do PSD, lança oficialmente sua candidatura na próxima quinta-feira.

    O comitê só será inaugurado no sábado. Ele diz que vai priorizar reuniões com eleitores nos bairros.

    “A tendência agora é fazer reuniões maiores”, afirmou.

    O deputado aprovou as mudanças na legislação em relação à propaganda. “A cidade fica mais limpa. Só deviam estabelecer uma cota de outdoors e sortear entre os candidatos”.

    O empresário Ademar Pereira, candidato pelo Pros, disse que a campanha deverá estar na rua na quarta-feira.

    “Sabíamos que os recursos seriam escassos e fizemos um planejamento para a campanha estar na rua a partir do dia 17”.

    Segundo ele, a campanha terá um caminhão de som e visitará todos bairros, com os 57 candidatos a vereador pelo partido.

    “Será uma equipe pequena, mas bem estruturada. Vamos trabalhar bastante com redes sociais e temos vários voluntários”, disse.



    Publicado por jagostinho @ 11:33



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.