Publicidade


      Red Apple Cosméticos

      CPV - Centro Paranaense da Visão

      Hospital Cardiológico Costantini

      Hotel Carimã

Twitter @blogdojota


  • 03nov

    Ricardo Caldas <[email protected]>

     

     

    A vice-governadora, Cida Borghetti, participou, neste sábado (31), das recepções ao príncipe e princesa Akishino, do Japão em Rolândia e em Maringá, região Norte do Estado. A visita do casal real faz parte das comemorações dos 120 anos do estabelecimento das relações diplomáticas entre o Brasil e o Japão e dos 100 anos da imigração japonesa no Paraná. Cida Borghetti representou o governador Beto Richa nos eventos. - Maringa/Pr, 31.10.15 - Foto Jonas Oliveira/AENPr

     Foto Jonas Oliveira/AENPr

     

    A vice-governadora, Cida Borghetti, participou, neste sábado (31), das recepções ao príncipe e princesa Akishino, do Japão em Rolândia e em Maringá, região Norte do Estado.

    A visita do casal real faz parte das comemorações dos 120 anos do estabelecimento das relações diplomáticas entre o Brasil e o Japão e dos 100 anos da imigração japonesa no Paraná.

    Cida Borghetti representou o governador Beto Richa nos eventos. 

    Segundo a vice-governadora, a presença das altezas imperiais japonesas no Estado fortalece os laços de amizade e cooperação que unem o Paraná e o Japão.

    “Tivemos aqui no Paraná uma das experiências mais bem sucedidas do mundo quando se fala de integração e adaptação de dois povos e duas culturas”, afirmou. 

    “O esforço conjunto, entre japoneses e paranaenses, teve um papel fundamental para transformar o Paraná no maior produtor de alimentos e um dos estados mais prósperos do Brasil”, acrescentou a vice-governadora.

    Cida Borghetti lembrou ainda que empresas japonesas, como a fabricante de pneus Sumitomo, são parceiras do Governo do Paraná no maior ciclo de industrialização do Estado.

    A empresa investiu cerca de R$ 600 milhões em uma unidade em Fazenda Rio Grande, a primeira fora da Ásia.

    O empreendimento tem o apoio do programa de benefícios Paraná Competitivo. 

    “Recentemente assinamos contratos com os bancos Mizuho e Sumitomo Mitsui Bankin para buscar novos potenciais investidores e fortalecer os negócios”, reforçou a vice-governadora. 

    O príncipe Akishino lembrou que esteve na região em 1988 e agradeceu a acolhida dos paranaenses aos imigrantes japoneses.

    O príncipe defendeu também o fortalecimento das relações e a criação de novas pontes entre o Paraná e o Japão.

    “Precisamos intensificar o intercâmbio, em especial, entre os mais jovens”, disse. 

    MARINGÁ – No fim da tarde a comitiva imperial foi a Maringá onde participou de solenidade no Parque do Japão.

    Os príncipes foram recepcionados pela vice-governadora, Cida Borghetti, prefeito Roberto Pupin, a primeira dama e presidente do Provopar, Luiza Pupin, e pelo presidente do Parque do Japão, Eduardo Suzuki. 

    O Casal Imperial visitou o monumento em homenagem aos 100 anos de imigração japonesa no Brasil – Imin100, inaugurado pelo irmão do príncipe Fumihito, o príncipe Naruhito, em 2008.

    Também fizeram plantio de árvores ao lado da Casa de Chá. 

    A vice-governadora presenteou o Casal Imperial com um exemplar do livro Parque Nacional do Iguaçu, dos fotógrafos Hudson Garcia e Carlos Renato Fernandes.

    O casal também participou de solenidade na Associação Cultural e Esportiva de Maringá (Acema). 

    Os eventos tiveram as presenças do embaixador do Japão no Brasil, Kunio Umeda, do cônsul-geral em Curitiba, Toshio Ikeda, do presidente da Aliança Cultural Brasil-Japão Ricardo Origasa, dos deputados federais Ricardo Barros, Luiz Nishimori e dos deputados estaduais Cobra Repórter, Tercílio Turini e de diversas lideranças locais e regionais. 

    VIAGEM – Maringá foi a última cidade paranaense no roteiro da passagem dos príncipes japoneses pelo Brasil.

    Eles também estiveram em Curitiba e em Londrina.

    Na capital foram recepcionados pelo governador Beto Richa no Palácio Iguaçu.

    Publicado por jagostinho @ 11:18



Os comentários NÃO representam a opinião do Blog do Jota Agostinho. A responsabilidade é EXCLUSIVA do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

Deixe um comentário

Por favor, atenção: A moderação de comentário está ativa e pode atrasar a exibição de seu comentário. Não há necessidade de reenviar o comentário.